Governo de Rondônia
Terça, 13 de abril de 2021

Fundação de Amparo à Pesquisa de Rondônia prepara doutorado em Ciência Política

31 de março de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

Executivo,  MP, TC e TJ terão cinco vagas cada um, no curso de doutorado em parceria com a Faculdade Católica

6 - reuniao fapero

O governador Confúcio  Moura disse ter ficado  muito satisfeito com as ações empreendidas pela Fundação de Amparo à Pesquisa de Rondônia (Fapero),  visando  a instalação do curso de doutorado em Ciência Política, em convênio com a Faculdade Católica de Rondônia. “Serão 20 profissionais de alto nível, e isso vai melhorar muito os nossos órgãos estaduais”, destacou Confúcio.

Na tarde desta segunda-feira (31),  o  Governador recebeu no Palácio Presidente Vargas  membros do Ministério Público, Tribunais  de Justiça  e de Contas,  além  do bispo Dom Moacyr Grec, do diretor da Faculdade Católica, Fábio Hecktheuer; do presidente da Fapero, Elder Oliveira, entre outros. Confúcio Moura autorizou a tramitação do processo para seleção dos candidatos para o curso. Segundo o presidente da Fapero, serão oferecidas 20 vagas, sendo cinco para cada um dos entes.

6 - faperoAs aulas serão ministradas em Porto Velho, com professores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, nas instalações da Faculdade Católica. A previsão é que sejam iniciadas ainda este ano, “vai depender da tramitação do processo”, salientou  Elder Oliveira, mas com a recomendação do governador de que os tramites sejam agilizados, em virtude da importância de tal capacitação.

A Fapero vai realizar  no próximo   dia 4, na parte da manhã, um wokshop na Federação das  Indústrias com os cientistas de Rondônia. “Precisamos reunir os nossos cientistas, que até agora estão espalhados pelo Estado”, disse o  presidente da instituição.  “Um dos objetivos da Fundação é aglutinar esse pessoal”.

Para o dia 10 de abril há um novo evento programado, desta vez  no Palácio Presidente Vargas. Será o Segundo Fórum  dos Estados  Emergentes, um encontro que reunirá lideranças científicas especialmente da Amazônia. “Rondônia lidera uma luta  nacional, que é quanto à mudança na redistribuição de recursos de tecnologia para esta região, o que vem para nós é muito pouco, perto da nossa necessidade”,  concluiu o presidente da Fapero.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Alice Thomaz
Fotos: Marcos Freire
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Capacitação, Cultura, Educação, Governo, Rondônia


Compartilhe