Governo de Rondônia
Segunda, 17 de maio de 2021

SOLIDARIEDADE

Acadêmicos de publicidade lançam campanha de doação de sangue durante oficina de Comunicação

06 de junho de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

COLETAAlegria está no Sangue de quem doa, é o tema da campanha dos acadêmicos de Publicidade, da faculdade Uniron. Um trabalho de responsabilidade social, que será lançado na próxima terça-feira (10), às 8 horas, durante a Oficina de Comunicação do Decom, no Hotel Rondon, em Porto Velho e depois se estenderá por todas as Unidades do Estado.

Com o objetivo de captar novos doadores e focar na fidelização nas doações, os acadêmicos prometem uma grande campanha de incentivo ao ato de salvar vidas. A campanha foge do tema Copa do Mundo, um tema que constrói um imaginário simbólico, que provoca discussões no mundo virtual e no cotidiano de todos os brasileiros. Nada melhor do que conjugar o esporte com a publicidade, certo?

Ideia que os acadêmicos rejeitam e defende mais criatividade e ousadia. Uma geração de novos publicitários, que carregam no sangue, o desafio de quebrar paradigmas e buscar ações de sucesso.

E falando em desafio, segundo o Ministério da Saúde, no Brasil são coletados 3,5 milhões de bolsas de sangue por ano, sendo que o ideal seria 5,7 milhões. Em Rondônia, são necessárias 100 bolsas para abastecer 23 hospitais públicos e privados, entre eles, Unidade de Terapia Intensiva (UTI), maternidades e grandes emergências. A média diária de coletas em Porto Velho, não ultrapassa 50 bolsas. Agora, com os problemas das enchentes, segundo o Serviço Social do Hemocentro, houve uma queda de 30% nas doações.

Seja artilheiro da vida e venha fazer parte da maior torcida do Brasil

O hemocentro de Rondônia está se preparando para atender as demandas durante o mundial. No período da Copa do Mundo, a queda poderá chegar em até 40%. Só que as necessidades  do número de bolsas de sangue são constantes.

Doação

Para se candidatar à doação é necessário ter idade entre 16 e 69 anos, no mínimo 50 kg e portar um documento de identificação com foto, segundo exigência do Ministério da Saúde (MS). No caso dos menores de 18 anos, é necessário estar acompanhado dos pais ou portando um documento de identificação oficial e original dos pais, além de uma autorização formal.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Lú Braga - Assessoria Fhemeron
Fotos: Arquivo Decom
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Solidariedade


Compartilhe