Governo de Rondônia
Sábado, 15 de maio de 2021

DISTRITOS

Ação emergencial chega ao baixo Madeira nesta quinta

11 de junho de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

GEDSC DIGITAL CAMERAEquipe de Assuntos Estratégicos, Defesa Civil, Ação Social e demais secretarias, composta por 25 técnicos, segue em mutirão, nesta quinta-feira,12,  para os distritos do baixo Madeira afetados pela cheia para fazer o credenciamento das famílias vítimas da enchente. No distrito de Calama, cerca de 800 famílias aguardam para ser credenciadas. Em são Carlos, são 700 famílias. O credenciamento está entre as ações emergenciais do governo, parte do Plano Integrado de Reconstrução do pós-cheia.

Além de Calama e São Carlos, outras quatro localidades na mesma região serão atendidas para garantir direito ao auxílio aluguel, no valor de 500 reais durante seis meses; ao Auxílio Vida Nova no valor de R$ 1000,00, concedido pelo governo em parcela única, para pequenos reparos, ou utilização conforme necessidade do beneficiário, conforme ressaltou o governador Confúcio Moura na abertura do cadastramento das famílias na capital.

A inscrição para concorrer a uma casa do Programa Morada Nova também está incluída no pacote. Além de Calama e São Carlos, a comunidade de Conceição de Galera; o distrito de Nazaré; distritos de Demarcação e Cujubim também receberão a equipe.

Hoje mora no Tucumanzal.

Maria Elza hoje mora no Tucumanzal, onde paga aluguel

Casada, mãe de um filho, Maria Elza morava no bairro Areal, centro de Porto Velho. “A água invadiu tudo, não só da nossa família. Os vizinhos também tiveram que sair de casa às pressas”. Maria Elza mora hoje, provisoriamente, no bairro Tucumanzal. Ela enfrentou a fila e fez o credenciamento para receber o auxílio aluguel. A dona de casa disse que “a ajuda do governo vem em boa hora”.
Até o fechamento da última parcial, 1.865 senhas haviam sido distribuídas, para um total de 1.700 famílias credenciadas.  Para facilitar o atendimento, técnicos da Seae distribuiram 300 senhas por dia.

O credenciamento é realizado em Porto Velho na sede da Emater-RO desde o dia 2 de junho, em horário comercial.  Para garantir o atendimento a todos, a Seae vai trabalhar sábado até o meio dia, no mesmo local.

Segundo a diretora executiva da Seae, Rosana Cristina Vieira, o trabalho de credenciamento priorizou Porto Velho, num primeiro momento, e somente agora segue para os distritos, por questões de logística  e a disponibilidade de servidores. O trabalho é feito em mutirão, envolvendo várias outras secretarias, além da Seae.

“Não há nenhuma chance de credenciarmos somente quem mora em Porto Velho e deixa os distritos de fora”, ressalta Rosana, ao explicar que só não foi possível fazer tudo simultaneamente.

 

 

 


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Valdir Alves - Assessoria Seae
Fotos: Valdir Alves
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Água, Assistência Social, Rondônia, Saneamento, Saúde


Compartilhe