Governo de Rondônia
Domingo, 17 de dezembro de 2017

INOVAÇÃO

Acesso à tecnologia elementar é proposto com competição de robótica na Infoparty

18 de novembro de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

Rita Salas, estudante de 17 anos é uma das competidoras desta edição do Infoparty

A identificação com a robótica surgiu quando o irmão começou estudar Engenharia Elétrica e incentivou Rita Salas de 17 anos, estudante da Escola Brasília, a estudar automação. Ela é uma dos 15 componentes da equipe que representa a unidade de ensino estadual na competição de robótica, realizada na Infoparty, um evento tecnológico voltado para o ambiente virtual, promovido pelo Governo do Estado de Rondônia.

Rita explica que essa é a segunda vez que participa da competição, mas esse ano a expectativa é ainda maior. “Estou estudando mecatrônica no Senai e a possibilidade de aplicar o aprendizado é entusiasmante. Fico bem nervosa, ainda bem que tem a equipe que ajuda a amenizar a ansiedade”, afirma.

A estudante conta ainda seus projetos para o futuro. “Meu irmão e eu iremos montar uma empresa de automação para criar e construir micro nano robôs (nanotecnologia) que sejam injetáveis e possam identificar doenças como o câncer. Perdi pessoas que amava para esta doença, sei o quanto dói não ter algumas respostas e não aceito não tê-las”, frisou emocionada.

O professor rondoniense do Instituto Federal de Rondônia (Ifro) Rafael Pitwak, fala sobre a importância de fomentar o acesso à tecnologia. “Esta é uma competição aberta que há participantes inscritos de 3 a 60 anos de idade. A ideia aqui é demonstrar para esses estudantes, visitantes e entusiastas da tecnologia que é possível criar soluções para dificuldades diárias para diversos setores, que envolvam ciência e tecnologia”, e complementa: “infinitas possibilidades surgem daqueles que estudam robótica e programação e, disso, surgem as patentes como a última criada para gerir com eficiência o consumo energético de uma residência, pensada por um aluno do Ifro e patenteada com a ajuda dos professores”, comemora.

Durante a abertura, o governador do estado de Rondônia, Confúcio Moura, falou dos investimentos voltados para a educação. “Deixar de investir em outros setores que são tão importantes quanto a educação e investir em tecnologia, é preparar estes jovens que estão aqui para o futuro. Ver o resultado do número de inscritos na Infoparty, que foi duas vezes maior que a edição anterior, demonstra que estamos tomando decisões acertadas”, concluiu o chefe do executivo.

Sobre a competição

Competição entre robôs Arduíno na modalidade Sumô.

Os robôs são divididos em três categorias: Lego, Arduíno e EV3. A diferença entre eles está nas peças que são montados e na programação de cada um. A competição, com 40 equipes inscritas nesta edição do Infoparty, teve duas modalidades: Sumô e Resgate.

Na Sumô, dois robôs combatem entre si e aquele que tirar o adversário da arena primeiro, será o vencedor. Já na Resgate, o robô tem cinco minutos para completar a prova que é composta de subida e descida, que deve ser percorrida três vezes, desviando de obstáculos, resgatar os pequenos objetos (representam as vítimas) que são deixados na parte superior do percurso e trazê-los para baixo.

Veja galeria de fotos do evento

Leia mais:
Diretor de Marketing do Tinder para América Latina defende criação de mecanismos digitais mais humanizados
Confúcio Moura aponta inovação tecnológica e científica como essencial para o futuro de Rondônia durante abertura da Infoparty 2017


Fonte
Texto: Rafaela Schuindt
Fotos: Marcelo Gladson
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Brasil, Capacitação, Economia, Educação, Governo, Infraestrutura, Rondônia, Segurança, Serviço, Sociedade, Tecnologia


Compartilhe


Twitter
Facebook
Youtube