Governo de Rondônia
Sexta, 25 de junho de 2021

DESENVOLVIMENTO

Ações de incentivo a piscicultura e crescimento econômico são destacados durante inauguração de indústria de ração em Ariquemes

21 de agosto de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

“Nesse momento em que o país passa por uma dificuldade econômica, Rondônia é escola e mostra que dá, sim, para acreditar e crescer, mesmo diante a uma crise”, destacou o superintendente de Desenvolvimento Econômico do Estado (Suder), Basílio Leandro na sexta-feira (18), durante a inauguração de uma indústria de ração de peixe em Ariquemes.

Indústria tem capacidade para produzir 6 mil toneladas de ração para peixe por mês

Rondônia é o maior produtor de peixe nativo de água doce do Brasil e, segundo Basílio, o governador Confúcio Moura está feliz, mas não satisfeito, pois, além da quantidade, ele busca também tecnologia e técnicas para os piscicultores.

Basílio contou que durante a viagem a Coreia do Sul, no mês de julho, juntamente com o vice-governador, Daniel Pereira, receberam cinco protocolos de intenções comerciais com empresas que trabalham com desenvolvimento tecnológico e têm interesse em se instalar em Rondônia.

O superintendente também falou dos incentivos ao beneficiamento da produção para novos mercados e do trabalho realizado para garantir a sanidade dos peixes pelo governo estadual junto a Bayer e a Virbac, duas gigantes dos setores. Trabalhamos quantidade e qualidade”, ressaltou.

A Bayer é uma empresa farmacêutica e química alemã com história de mais de 150 anos e competência nas áreas de saúde e agricultura. A Virbac, francesa, é dona do primeiro laboratório mundial dedicado exclusivamente à saúde animal.

Na ocasião o titular da Suder ressaltou a importância de uma industria de ração de peixe não só para Ariquemes e grande região – que se destaca como a maior produtora de peixe de Rondônia-, mas como para todo o Estado. Segundo ele, a indústria de ração de peixe é uma nova opção para os piscicultores e vai alavancar ainda mais setor que já bastante aquecido em Rondônia.

A nova indústria de rações de peixe Zaltana que irá funcionar em Ariquemes é a primeira fábrica do país que produz grão exclusivo para Tambaqui. Com investimento de aproximadamente R$ 40 milhões, ela tem capacidade para a produção de 6 mil toneladas por mês e inicialmente vai gerar 30 empregos diretos.

Rondônia se destaca como o maior produtor de peixes em águas não salgadas do País. Levantamentos da Sedam apontam que até 2016 Rondônia registrou 4.084 empreendimentos licenciados para a atividade de piscicultura, que ocupam uma área de 14.483,93 hectares, e possui uma produção estimada em 87.503,73 toneladas.

Em Rondônia, os municípios que concentram a maior produção de peixe são Ariquemes (12.6 mil toneladas), Cujubim (6,6 mil toneladas), Urupá (5,4 mil toneladas), Mirante da Serra (5,4 mil toneladas) e Porto Velho (5,2 mil toneladas). Segundo informações da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sedam) no estado há cerca de 15 entrepostos pesqueiros para estocagem e a comercialização dos peixes.

Leia mais:
 Rondônia mantém liderança da produção de peixe em água doce e deve alcançar 250 mil toneladas até 2018


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Suelly David
Fotos: Suelly David
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Água, Capacitação, Distritos, Ecologia, Evento, Governo, Meio Ambiente, Piscicultura, Rondônia, Serviço, Sociedade, Tecnologia, Terceiro Setor


Compartilhe