Governo de Rondônia
Domingo, 11 de abril de 2021

RETROSPECTIVA

Ações de retomada ao turismo alavancam setor com programas, workshop e reformas em pontos turísticos de Rondônia

16 de dezembro de 2020 | Governo do Estado de Rondônia

Turismo

Parque Chico Mendes é atração Turística em Rondônia, localizado em Ouro Preto do Oeste


O Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual de Turismo (Setur), não mediu esforços no que tange o desenvolvimento econômico ao turismo em 2020, diante do enfrentamento da Covid-19. Várias foram as ações para a retomada econômica com implementações de estratégias que obedeceram os decretos de calamidade pública do governo estadual.

PLACAS TURÍSTICAS

Com recursos do Fundo de Investimento e Desenvolvimento Industrial do Estado (Fider) e parceria com o Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transportes (DER), o Governo de Rondônia divulgou no segundo semestre de 2020 a implementação de placas de atrativos turísticos que indicam aos usuários da via os locais que podem dispor de pontos existentes, orientando sobre sua direção ou identificando os locais de interesse para visitação. Ação acontecerá na capital e em municípios cadastrados no projeto.

O investimento da contratação das placas turísticas é de R$ 655.650 mil com recurso do Fider. O projeto passou por aprovação pelo Conselho Estadual de Desenvolvimento Regional (Conder), além da aprovação e confecção das peças através do DER.

Porto Velho e mais 21 municípios do Estado se preparam para receberem cerca de 484 placas

“Todo mundo foi aprender, ver normas, guia, como foi feito em outros estados, porque nunca foi feito um projeto de sinalização turística, já foi feito projeto de sinalização viária, normalmente, isso aí ok, todo mundo conhece, mas agora de sinalização turística, não. Eu creio que a população vai se impressionar, vai ver que o turismo está se movimentando, e que as coisas estão acontecendo”, disse o assessor na coordenação de projetos, José de Anchieta.

Agora, Porto Velho e mais 21 municípios do Estado se preparam para receberem cerca de 484 placas, em três modelos diferentes (quadrada, retangular e tóten), que foram extraídas do Manual do Guia Brasileiro de Sinalização Turística, do Ministério do Turismo.

Segundo o superintendente da Setur, Gilvan José Pereira, as placas vão contribuir para o turista conhecer as belezas de Rondônia, além de ser uma maneira de cooperar para o desenvolvimento do turismo no Estado.

“As placas refletem o interesse do governador, coronel Marcos Rocha, em querer desenvolver turisticamente o Estado. O próximo passo depois disso é trabalhar no plano de sinalização turística, isso tudo é uma inovação pro Estado de Rondônia, pois não é comum encontrarmos placas de turismo nas BRs, nos municípios, e isso é o princípio, é o início de um grande trabalho que vai gerar frutos e também estruturação para as empresas que trabalham no setor, gerando emprego, renda e consolidação no turismo”, enfatizou o superintendente.

TURISMO DIGITAL

O projeto é composto por guias, agentes de turismo, turismólogos e influenciadores digitais que atuam no setor

O Governo do Estado, por meio da Setur abriu um Edital de Chamamento Público do Projeto de Familiarização Turística (Famtour), que selecionou 25 guias, agentes de turismo, turismólogos e influenciadores digitais para integrarem o projeto de divulgação do potencial turístico de Rondônia.

Gilvan Pereira explicou que os profissionais foram contratados, para “vender” bem a imagem e o potencial turístico de Rondônia. “São guias turísticos com experiência, os agentes de turismo, os profissionais (turismólogos), e também e principalmente, os influenciadores digitais do turismo”, disse destacando que este grupo de profissionais, em especial, tem importância fundamental na divulgação dos destinos, dos atrativos e do potencial turístico do Estado para o universo dos guias e dos agentes de turismo do Brasil e do mundo.

O Projeto foi realizado de 1 a 5 de dezembro com todos os contratados, com viagens de conhecimento aos principais pontos turísticos do Estado, com um roteiro que passou, entre o Vale das Cachoeiras, em Nova União, por Ouro Preto do Oeste e Cacoal, para apresentar aos que já conhecem e aos que não conhecem a exuberância desses complexos que, segundo Gilvan Pereira, precisam ter visibilidade e serem conhecidos, conforme propõe o Projeto Famtour em sua primeira edição.

Importa esclarecer que o Projeto Famtour, sem exagero, é uma forma de promoção que visa familiarizar e encantar os distribuidores e agentes do produto turístico, com viagens especiais aos destinos propostos, de modo que possam conhecer bem o que estão oferecendo aos seus clientes, estratégia ou iniciativa que para os profissionais é uma forma de especialização em serviços e produtos turísticos, onde todos ganham.

Após quase 20 anos fechado, o Museu Casa de Rondon encontra-se em reforma. Segundo a Setur, o projeto está avaliado em R$ 506 mil

 REFORMA DO MUSEU

Em 2020 o início da obra de restauração e preservação da memória histórica e da promoção do turismo regional marcou os moradores do Município de Vilhena e turistas, a obra que encontra-se em andamento tem investimentos do governo estadual, por meio da Setur, e custando inicialmente cerca de R$ 506.475,56 mil.

A reforma da Casa de Rondon será fundamental para alavancar o turismo regional, com foco na identidade, na cultura e na história de Rondônia. Espera-se com a reforma o aumento do fluxo turístico, com ampla programação de visitas e promoção do espaço em peças publicitárias e no guia turístico regional. O projeto prevê que o espaço em convênio com a prefeitura, aberto de terça-feira a domingo, receba a expectativa de público de 500 turistas mensais (considerando fluxo de museu com temática congênere em Ji-Paraná e Porto Velho).

PLANO DE RETOMADA   

A Setur focou em alavancar o turismo interno incentivando ganhos econômicos com a exploração da rica e exuberante natureza.

Objetivo é incentivar os turistas aos passeios e descobertas do potencial turístico rondoniense, já que em tempos de pandemia da Covid-19 muitos aeroportos do interior ficaram de portas fechadas impedindo o fluxo de visitantes externos.

Objetivo é incentivar os turistas aos passeios e descobertas do potencial turístico rondoniense


Com o tema “Quando tudo passar, descubra Rondônia”, o Plano de Retomada ao Turismo alinhou ações junto ao setor hoteleiro, restaurantes e agências de viagens. Com o alinhamento, foi apresentado em reuniões o Selo Turismo Responsável, emitido pelo Ministério do Turismo. E, dois livros que registram o potencial rondoniense também foram entregues.

Os materiais impressos apresentam em textos, poesias, fotografias, desenhos e gravuras os atrativos turísticos do Estado. Um deles é direcionado ao público infantil e o outro traz mais riqueza e detalhes do setor. Os livros foram disponibilizados aos hotéis, pousadas, agências de viagens indicadas pelo Conselho Municipal do Turismo.

Conforme destacado pelo superintendente da Setur, Gilvan Pereira, o lazer, entretenimento, aventura, negócios, história e cultura são temas que fazem parte do projeto de impulsionar o turismo interno valorizando os produtos e despertando interesse em desfrutar a natureza amazônica.

VIAJA MAIS SERVIDOR     

O Programa Viaja Mais Servidor, foi implantado como medida do plano de retomada econômica com o intuito de incentivar aproximadamente 52 mil servidores públicos rondonienses a viajarem pelo Estado, como política de incentivo e expansão dos destinos turísticos de Rondônia, promovendo e proporcionando oportunidades de viagens e de usufruto aos benefícios das atividades turísticas, como forma de fortalecimento ao setor no Estado, contemplando parcerias com associações competentes do segmento, em consonância às empresas do setor privado.

O Programa gera o fomento do segmento turístico, o sentimento de pertencimento do Estado de Rondônia aos servidores públicos estaduais que usufruem do projeto, além da movimentação econômica do setor, a valorização quanto ao acesso às atividades turísticas locais, fortalecendo o mercado interno, dinamizando a cadeia de distribuição do turismo e proporcionando maior estabilidade ao setor de serviços.

A operação próxima ao galpão da EFMM durou mais de duas horas e foi executada por operários de uma empreiteira contratada pela Setur.

LOCOMOTIVA 6

Em 2020, a locomotiva Baldwin nº 6, que estava estacionada no pátio da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré (EFMM), foi levada para o pátio do Memorial Rondon, em Santo Antônio, a sete quilômetros do velho pátio ferroviário de Porto Velho.  O superintendente estadual de Turismo, Gilvan Pereira Júnior, informou que o projeto de restauração contou com parcerias e a supervisão do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e Ministério Público.

A Superintendência Estadual de Turismo foi responsável pelo transporte da máquina que pesa 26 toneladas. Apoiada por outros órgãos públicos, o objetivo é recuperar o patrimônio para visitação do público local e por turistas brasileiros e estrangeiros ao Memorial.

WORKSHOP TURISMO

Com o propósito de fortalecer o setor turístico, o Governo de Rondônia reuniu guias e agentes de turismo para a realização de um workshop, onde foram apresentados os principais produtos oriundos do Estado, com a proposta de criar projetos destinados para alavancar o setor em Rondônia. O evento foi realizado respeitando o protocolo de segurança contra o coronavírus, com distanciamento e o uso obrigatório de máscaras.

 A proposta é para que os guias de turismo obtenham mais conhecimentos sobre as regiões do Estado e suas potencialidades. Esse profissional tem a função de assessorar os viajantes ou visitantes, orientando e apresentando locais e pontos turísticos. Além disso, o workshop é pontuado para pontapé inicial a estudos com vista à criação de microempresas individuais no setor, elaboração de projetos e aproximação entre guias, agências de viagem, hotéis, e empresas do ramo.

Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Marina Espíndola
Fotos: Edcarlos Carvalho, Daiane Mendonça e Frank Néry
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Empresas, Governo, Lazer, Rondônia, Serviço, Servidores, Sociedade, Tecnologia, Turismo


Compartilhe