Governo de Rondônia
Sábado, 27 de fevereiro de 2021

Agência Idaron realiza o 4º Workshop sobre Ameaças Fitossanitárias

31 de março de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

Na próxima quinta-feira (3), a Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron), realiza o 4º Workshop sobre Ameaças Fitossanitárias, com o Tema: “Praga Quarentenárias Colocam em Risco a Agropecuária Rondoniense”, no Mirage Hotel em Vilhena. O evento é destinado a gestores de órgãos oficiais de Defesa Agropecuária, ao setor privado, pesquisadores e interessados no tema.

O objetivo é promover uma reciclagem dos profissionais da região, produtores rurais e demais interessados sobre a importância das ações de prevenção e combate a pragas agrícolas. A agropecuária é a principal atividade econômica no Estado, que se destaca como um importante produtor de carne bovina, café, soja e citros.

Segundo a gerente de Defesa Vegetal da Idaron, Rachel Barbosa da Silva, a possibilidade de entrada de pragas exóticas através da fronteira com a Bolívia preocupa, sobretudo em função do aumento de trânsito de pessoas e mercadorias que vem ocorrendo nos últimos anos.

Seminário

Amanhã (1º), inicia um seminário para os fiscais da Agência Idaron, um pré-evento sobre pragas da soja. Palestras, mesas-redondas e grupos de discussão fazem parte da programação para avaliar o risco de pragas.

O evento tem o apoio da Associação Nacional de Defesa Vegetal (Andef) e Agropec Pesquisa, Extensão e Consultoria.

Programação

(Agenda preliminar)

Dias 1 e 2 de abril

Curso pré-evento sobre pragas da soja, para fiscais agropecuários da IDaron

Dia 3 de abril

8h. Abertura. Marcelo Borges (IDARON), Augusto Fernandes (IDARON), Evandro Padovani (SEAGRI), Luís Ribeiro (Andef), Luís Rangel (MAPA)

8h45. Palestra. Evolução e perspectivas da soja no estado de Rondônia. Vicente de Paulo Campos Godinho (Embrapa)

9h30. Palestra. Evolução do cadastro de produção de soja em Rondônia. Getúlio Moreno (Idaron)

10h15. Palestra. Manejo Integrado de Pragas da soja – o que muda com a introdução da Helicoverpa armigera? Adeney Bueno (EMBRAPA)

11h. Palestra. Diagnóstico fitossanitário no contexto da Defesa Sanitária Vegetal. Valmir Duarte (Agronômica)

12h. Intervalo

13h30. Palestra. Ameaças fitossanitárias para culturas de relevância para o estado de Rondônia. Regina Sugayama (Agropec)

14h15. Palestra. Ferramentas moleculares na identificação de pragas agrícolas. Rogério Martins Gonçalves (Unicamp)

15h. Palestra. Situação atual da fiscalização de trânsito interestadual de produtos agropecuários. Ricardo Hilman (Mapa)

15h45. Ameaças fitossanitárias para o Brasil – a visão da indústria. Luís Ribeiro (Andef)

16h30. Palestra. A política fitossanitária brasileira. Luís Rangel (Mapa)

17h15. Considerações finais e encerramento


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Elaine Barbosa - Assessoria Idaron
Fotos: Arquivo/Idaron
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Capacitação, Governo, Meio Ambiente, Rondônia, Saúde


Compartilhe