Governo de Rondônia
Sábado, 15 de maio de 2021

INSUMO

Agricultura familiar pode ser atendida com 50% do calcário produzido pela CMR

06 de fevereiro de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

Usina de Calcário  Fleury Filho

Usina de Calcário Fleury Filho

A coordenadoria do núcleo diretivo do Território Central da Cidadania (TCC) decidiu que a agricultura familiar deverá ser prestigiada com a metade da produção do calcário produzido pela Companhia de Mineração de Rondônia (CMR) na usina Fleury Filho, que tem capacidade de produção de 400 mil toneladas por ano. A definição ocorreu na reunião do colegiado do Território Central realizada em Ji-Paraná.

O atendimento à agricultura familiar com 50% da produção do calcário produzido em Rondônia é uma das metas estabelecidas no plano de trabalho do TCC, que contempla também novas estratégias de ações junto aos Ministérios e outros órgãos federais e estaduais em favor do homem do campo.

Novas discussões para defender a cota do calcário que beneficia diretamente os pequenos agricultores familiares devem ocorrer nas próximas reuniões do colegiado, ainda neste semestre, segundo ficou definido em ata.

“Primeiro vamos articular a viabilidade junto à direção da usina, em Espigão do Oeste. Depois vamos traçar planos para atender aos agricultores, pois há demanda de consumo em Rondônia”, declarou servidor público José Ribeiro da Silva Filho, reconduzido à função de coordenador do núcleo diretivo do TCC.

Inaugurada em maio de 2014, a usina de calcário Fleury Filho está localizada no município de Espigão do Oeste. Para colocá-la em funcionamento o governo de Rondônia aplicou R$ 11 milhões. O investimento assegurou um salto na produção do calcário de 12 mil para 400 mil toneladas ao ano. Em 2015 a usina deverá ser ampliada e elevar a produção do insumo para 800 mil toneladas por ano.

À época da inauguração, o governador Confúcio Moura declarou que o calcário é matéria prima indispensável ao homem do campo. “Com esse insumo a produção agrícola aumenta e gera mais riquezas”, revelou o governador, atribuindo ao setor primário um dos principais ambientes da economia rondoniense.

Coordenação

Aprovados por aclamação são membros do Núcleo Diretivo do TCC: Coordenador José Ribeiro da Silva Filho, Vice-coordenadora Creonice Vilarim, 1º Coordenador de Comunicação João da Cruz, 2ª Coordenadora de Comunicação Claudia de Jesus, 1ª Secretária Eliane Ventura Roberto, 2º Secretário Ernesto Santos.

Integra o Núcleo Técnico Antonio Deusemínio, Antonio Franciso Neto, Rose Dobre, Paulo Arruda, Marcelo Aparecido, Clodoaldo de Jesus, Jurandy Batista de Mesquita, Ezequiel, Sebastiana, José Raimundo Pires Medeiros.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Paulo Sérgio
Fotos: Paulo Sérgio
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Ecologia, Economia, Evento, Governo, Indústria, Meio Ambiente, Rondônia, Serviço, Tecnologia


Compartilhe