Governo de Rondônia
Domingo, 28 de fevereiro de 2021

EDUCAÇÃO SANITÁRIA

Alunos de Colorado do Oeste participam de projeto para formação de Vigilantes Sanitários Mirins

01 de abril de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

Palestra - Colorado

Crianças receberam cadernos para fazer as anotações das vacinas

Alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Dom João VI, em Colorado do Oeste, participam de projeto para formação de Vigilantes Sanitários Mirins, chamado de Produtores do Futuro, executado pela Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron) em parceria com a escola.

De acordo com informações da Unidade da Idaron de Colorado do Oeste, já ocorreram duas palestras, nos dias 29 de fevereiro e 30 de março, sobre brucelose e febre aftosa e o projeto continuará mensalmente até o final do ano letivo. Nos dois primeiros encontros foi abordado, além destas duas doenças, sobre o correto preenchimento da folha de classificação etária de vacinação.

A médica veterinária Luciane Felipetto Alves Pereira conta que a iniciativa surgiu a partir das dificuldades encontradas durante as declarações de vacinação contra febre aftosa e brucelose, por falta de anotações dos produtores separando o rebanho por sexo e faixa etária.

A chefe da unidade da Idaron de Colorado do Oeste, Valéria Lúcia da Silva Oliveira, explica que o objetivo da ação é formação de vigilantes sanitários mirins capazes de auxiliar seus pais no controle de nascimentos de bezerros e na controle da vacinação contra a brucelose e febre aftosa.

“A equipe da nossa unidade espera que esta ação contribua para que os jovens, filhos de produtores rurais, possam contribuir para a valorização da sanidade animal”, diz Valéria.

Na oportunidade, os alunos receberam um caderno, doados pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), para anotarem sobre o nascimento dos bovinos, o que auxiliará os produtores no gerenciamento de suas propriedades e diminuirá os equívocos cometidos por estes produtores nas declarações de vacinações de brucelose e febre aftosa.

“As crianças formadas tornam-se multiplicadores da informação. O que elas aprendem nas palestras elas cobram dos pais em casa”, encerra o coordenador do Programa de Educação Sanitária da Idaron, Dalmo Bastos Sant’Anna.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Amabile Casarin
Fotos: Unidade da Idaron de Colorado do Oeste
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Capacitação, Governo, Rondônia, Sociedade


Compartilhe