Governo de Rondônia
Terça, 15 de junho de 2021

UNIDADE DE CONSERVAÇÃO

Alunos de Nova Mamoré realizam visita sensorial nas trilhas do Parque Estadual Guajará-Mirim

21 de junho de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

Para encerrar as atividades da Semana do Meio Ambiente, a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) desenvolveu ações de inserção da comunidade do entorno do Parque Estadual Guajará-Mirim. A iniciativa, que envolveu a equipe da Coordenadoria de Unidades de Conservação (CUC), recebeu jovens estudantes do município de Nova Mamoré em uma visitação sensorial nas trilhas do parque, área de proteção integral.

Na visita, alunos puderam vislumbrar um novo modo de usufruir os recursos da floresta

O secretário Vilson de Salles considera ser de grande importância o desenvolvimento de iniciativas que gerem valor e despertem interesse nas comunidades para a exploração de atividades sustentáveis de renda, mantendo-se a integridade da área para que as próximas gerações também possam usufruir os mesmos recursos e protejam o patrimônio natural dos biomas.

Segundo ele, a secretaria está se profissionalizando cada vez mais, através da inserção de profissionais das mais diversas áreas, como turismólogos, sociólogos, além dos que já atuam nas áreas de Unidades de Conservação no Estado de Rondônia, como engenheiros florestais, agrônomos e biólogos.

O prefeito de Nova Mamoré, Claudionor Leme, demonstrou-se favorável à proposta de formar parceria para estabelecer o parque como referência de ecoturismo na região, determinando empenho da equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Turismo para apoiar a iniciativa, desde que represente benefícios para a comunidade que atualmente encontra-se com poucas perspectivas em relação à geração de empregos e formas de sustento familiar.

Os jovens, que serão os futuros profissionais, conheceram as oportunidades que o ecoturismo oferece, tiveram contato com a atividade de condução de trilhas e puderam vislumbrar um novo modo de usufruir os recursos da floresta. Alguns ainda não tinham tido a oportunidade de estar em uma trilha em floresta nativa. Eles foram selecionados por mérito na escola, onde desenvolveram atividades extraclasse como redação, fotografia e interpretação ambiental.

Deninson Trindade, responsável pela CUC, ressaltou que a ideia é estruturar as Unidades de Conservação, que em Rondônia são 40,  com recursos tecnológicos que as configurem como atrativos de nível internacional, promovendo o desenvolvimento e integração online para que estudantes, cientistas e visitantes desfrutem e compartilhem as novidades, descobertas e vivências, promovendo a geração de informações e conhecimento para melhor aproveitamento das potencialidades que as áreas protegidas ofereçam para a comunidade.

Leia Mais:

Decreto vai regulamentar visitação a parques estaduais de Rondônia


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Lívia Balbino Guimarães
Fotos: Divulgação
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Educação, Meio Ambiente, Turismo


Compartilhe