Governo de Rondônia
Sábado, 15 de maio de 2021

AGROINDÚSTRIA FAMILIAR

Apoio do Governo à agroindústria melhora renda e une famílias

15 de janeiro de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

Quando começou a produzir biscoitos em casa para vender entre amigos e na vizinhança, Robson Siedler não imaginava que em tão pouco tempo a produção aumentaria e se diversificaria. Após três anos do início da produção artesanal, os negócios se expandiram e surgiu a oportunidade de criar a agroindústria Biscoitos IR Amazonas.

Ao ser inaugurada, em julho de 2014, a agroindústria produzia 120 quilos de biscoitos de polvilho por dia. Seis meses depois, esta produção saltou para 160 quilos por dia, e os biscoitos agora são feitos também nos sabores baunilha, limão e coco. E a expectativa é de que nos próximos dias, sejam produzidos também biscoitos de chocolate e morango.

“A gente visitou os mercados e pesquisou para ver quais biscoitos, das outras marcas, eram mais consumidos e daí a gente começou a tentar aplicar isso na nossa agroindústria. Tem dado certo, nossos biscoitos estão sendo bem aceitos”, enfatizou o proprietário Robinho.

A agroindústria Biscoitos IR Amazonas, além de Cacoal, já distribui seus produtos nos municípios de Pimenta Bueno, Espigão D’Oeste, Rolim de Moura, Ministro Andreazza, Alta Floresta, Santa Luzia e Nova Estrela.

“Ao todo nós entregamos nossos biscoitos em uns 70 mercadinhos e uma vez por mês a gente tem que voltar para repor porque já se esgotou tudo. Nós também levamos nossos biscoitos para a feira e muitos proprietários de mercadinhos vão até a feira para comprar nossos biscoitos”, destacou Robinho.

Os Biscoitos IR Amazonas estão sendo entregues também nas escolas públicas, através da Cooperativa de Produtores e Agricultores Familiares de Cacoal – CooperCacoal. Os biscoitos fazem parte da merenda escolar oferecida aos alunos.

 

União da família

Além de melhorar a renda, Robinho enfatiza outro grande benefício da agroindústria: a união da família. “A agroindústria mudou a vida da gente, desde a nossa renda que melhorou bastante, mas principalmente a união da minha família. Trabalhamos juntos, tomamos as decisões todos juntos e isso nos uniu”.

Na produção dos biscoitos, Robinho conta com a ajuda dos filhos Hiago e Higor,  que ajuda após a escola. A esposa Irlândia cuida da casa, da horta e também ajuda e apoia o esposo nas decisões da agroindústria. O casal ainda tem a filha Naiara de 9 anos e Erick de 3 anos.

Os filhos tem mostrado interesse em ajudar os pais a fortalecerem a agroindústria. “Eu gostei muito da idéia de montar a agroindústria. Gosto de trabalhar com meu pai, é bastante divertido e nos damos muito bem. É bom passar esse tempo ao lado dele e é isso que quero pra mim. Quero ajudar meus pais a manterem a agroindústria”, ressaltou Hiago.

Além de melhorar a renda, Robinho enfatiza outro grande benefício da agroindústria: a união da família.

Além de melhorar a renda, Robinho enfatiza outro grande benefício da agroindústria: a união da família

O filho Hiago ajuda o pai na produção de biscoitos. "É isso que quero pra mim. Quero ajudar meus pais a manterem a agroindústria”

O filho Hiago ajuda o pai na produção de biscoitos. “É isso que quero pra mim. Quero ajudar meus pais a manterem a agroindústria”

Além de Cacoal, a agroindústria Biscoitos IR Amazonas já distribui seus produtos nos municípios de Pimenta Bueno, Espigão D’Oeste, Rolim de Moura, Ministro Andreazza, Alta Floresta, Santa Luzia e Nova Estrela

Além de Cacoal, a agroindústria  já distribui seus produtos nos municípios de Pimenta Bueno, Espigão D’Oeste, Rolim de Moura, Ministro Andreazza, Alta Floresta, Santa Luzia e Nova Estrela


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Giliane Perin
Fotos: Giliane Perin
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Economia, Governo, Rondônia


Compartilhe