Governo de Rondônia
Quinta, 24 de setembro de 2020

DIVULGAÇÃO

Artesãos de Rondônia podem utilizar plataforma online para anunciar produtos e serviços a custo zero

03 de julho de 2020 | Governo do Estado de Rondônia

Plataforma digital ajuda na divulgação dos trabalhos a custo zero

Os artesãos do estado de Rondônia podem utilizar a plataforma digital Mercado Azul, para divulgação dos trabalhos. O site é uma alternativa para que os artesãos e empreendedores anunciem os produtos e serviços a custo zero e sem burocracia. Essa dica é da Coordenadoria estadual de Artesanato, da Superintendência Estadual da Juventude, Esporte, Cultura e Lazer (Sejucel), para que nesse período de pandemia os artesãos continuem expandindo a sua arte, além de ser uma medita lucrativa.

De acordo com informações da Coordenadoria, a plataforma é desenvolvida pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em parceria com uma empresa de máquina de cartão.

“Essa alternativa é ótima para divulgação dos produtos, principalmente nesse momento de isolamento social onde a economia não pode parar e a maioria das transações são feitas pela internet. Artesãos de todo o País podem ser encontrados na internet com facilidade e rapidez”, explica a coordenadora de artesanato da Sejucel, Anatalia da Silva Mendes.

A coordenadora Anatalia explica que é simples para divulgar o produto na plataforma Mercado Azul. “O artesão precisa acessar o site, clicar na parte de anúncios grátis, onde aparecerá no canto superior direito na tela para digitar os dados pessoais. Depois escolher a categoria Arte e Artesanato e personalizar o anúncio com imagens relacionadas ao produto”.

O Mercado Azul permite que o cliente faça contato com o artesão via redes sociais como o WhatsApp, Facebook, Instagram e Linkedin.

 

Leia Mais:

Novas solicitações para Carteira Nacional do Artesão de Rondônia iniciam em 6 de julho


Mais Notícias
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Elaine Barbosa
Fotos: Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Cultura, Governo, Rondônia, Sociedade


Compartilhe