Governo de Rondônia
Quarta, 12 de dezembro de 2018

FEIRA ARTESANATO

Artesãos expõem no auditório da Escola de Governo, no prédio Rio Jamari do Complexo Rio Madeira

05 de dezembro de 2018 | Governo do Estado de Rondônia

Luiz Alberto produz fragrâncias exclusivas utilizando a frutas

As Superintendências da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel) e a de Estado para Resultados (EpR) estão promovendo a 1ª Feira de Artesanatos, que é um projeto piloto com sete artesãos que estão expondo produtos diferenciados. O evento está acontecendo no auditório da Escola de Governo no prédio Rio Jamari no Palácio do Governo, das 7h30 às 13h30 e vai até a próxima sexta-feira (7).

Segundo a coordenadora Programa de Artesanato Brasileiro (PAB), Wélida Sodré, a feira tem por objetivo mostrar que Rondônia tem artesãos com produtos de qualidade que pode competir em pé de igualdade com artesãos de outras regiões do país. “A ideia é trazer para Rondônia uma feira com artesãos de outros estados da federação, uma oportunidade de mostrar os nossos produtos e também de conhecer o que eles produzem lá fora”, ressaltou.

Dildeane Alves produz costura criativa, ela confecciona kits para cozinha e acessórios para bebês. Ana Lucia Teixeira Grécia Estrela está expondo quadros com técnicas de arte francesa, 3D, decoupagem, opções de decoração para todos os ambientes, inclusive para o banheiro. Tatiane Campos produz panetones gourmet trufado e em potes e chocolates em geral. Rebeca Grécia fabrica dindim gourmet para festas.

Lucicleide Queiroz está expondo acessórios de mesa posta e linha requinte para banheiro. A pedagoga Eliane de Moraes e a enteada, Paula Farinon que é bioquímica, se uniram e criaram a perfumaria artesanal para ambientes. Elas produzem desde a fragrância até as bandejas para colocação dos produtos com matérias recicláveis, utilizando resto de vidros e espelhos.

Já o funcionário público do estado Luiz Alberto Rodrigues descobriu no artesanato o remédio para se curar da depressão. Ele explica que vem de uma família de artesãos e há dois anos ficou extremamente depressivo e não sentia mais vontade de exercer a sua atividade na função pública, quando decidiu criar a “Boa Fragrância”, produtos artesanais de alta qualidade que ganhou o público e curou a depressão de Luiz Alberto.


Fonte
Texto: Eleni Caetano
Fotos: Esio Mendes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Economia, Empresas, Evento, Governo, Municípios, Rondônia, Serviço, Servidores, Sociedade


Compartilhe


Twitter
Facebook
Youtube