Governo de Rondônia
Segunda, 21 de junho de 2021

VISTORIA

Asfaltamento do acesso a Campo Novo é o mais complicado e o que recebe maior investimento por quilômetro

16 de janeiro de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

O governador Confúcio Moura inspecionou as obras de asfaltamento da BR-421, no acesso ao município de Campo Novo, na região do Vale do Jamari. Nos 25 quilômetros de rodovia o governo de Rondônia investirá quase R$ 50 milhões no projeto de pavimentação apontado por Confúcio Moura como o mais complicado de ser executado em todo o estado devido à região tomada por rochas e montanhas.

Confúcio destacou que o asfaltamento da BR-421 é sonho que será realizado

Confúcio destacou que o asfaltamento da BR-421 é um sonho que será realizado

O diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER), Ezequiel Neiva, acompanhou a vistoria e afirmou ao governador que a obra ultrapassa 50% de conclusão, vez que os trabalhos mais complicados (de explosão de rochas e cortes das serras) já foram concluídos em quase toda a obra.

Confúcio Moura destacou que o asfaltamento da BR-421 no acesso a Campo Novo tem importância estratégica para o município. Citou como exemplo a dificuldade do transporte escolar nas estradas de terra e o trajeto diário das ambulâncias. “Esse sofrimento está perto de acabar e o município poderá investir em turismo de ciências naturais, em trilhas e exploração da natureza em geral”, afirmou.

Ezequiel Neiva explicou que o projeto dos 25 quilômetros do asfaltamento para Campo Novo foi dividido em dois lotes, cada um com 12,5 quilômetros, sendo o primeiro executado pela empresa Macofer. Ressaltou que há pontos tão complicados para execução que apenas um quilômetro chegará ao custo de aproximadamente R$ 3 milhões, enquanto num trecho sem explosões e serras o custo estimado é de R$ 1 milhão o quilômetro. A estimativa é que até o final de 2017 a obra chegue a pelo menos 80% de conclusão.

O prefeito de Campo Novo, Ocimar Ferreira, disse que a conclusão do asfaltamento da BR-421 até Campo Novo será um marco na história do município. “Estamos no final da rodovia. As pessoas não querem vir aqui (Campo Novo). Nossos alunos têm dificuldade para estudar fora. Os doentes sofrem ainda mais quando precisam buscar atendimento na Capital”, frisou o prefeito ao garantir que toda a população está ciente do tamanho do investimento.

Asfalto nos 52 municípios

O Estado de Rondônia tem 52 municípios, e apenas Campo Novo e Pimenteiras ainda não estão com acesso asfaltado, mas as duas obras estão em andamento para deixar Rondônia com 100% de seus municípios com acesso asfaltado. A previsão é para concluir estes dois projetos no primeiro semestre de 2018.

Confúcio Moura disse que o governo de Rondônia investe ao menos R$ 150 milhões em obras de responsabilidade do governo federal. Citou a BR-421, a BR-435 (antiga RO-399 no acesso a Pimenteiras), o anel viário de Ji-Paraná, o contorno norte em Porto Velho e a ponte de concreto no rio Jamari com investimento de aproximadamente R$ 6 milhões, cuja ordem de serviço foi dada no último sábado (14).

“Nesta semana estive com o ministro-chefe da Casa Civil, Elizeu Padilha, e falei desses investimentos. Agora, queremos uma contrapartida do governo federal”, afirmou Confúcio.

Também acompanharam a inspeção, o secretário da Unidade Avançada de Planejamento e Gestão do Estado no Vale do Jamari, Ezequias Miranda; a assessoria especial do governador, Vilma Alves; e vereadores de Campo Novo e Ariquemes.

Leia mais:
Manutenção das rodovias e repasse do Fitha para municípios são prioridades do governo para 2017 em Rondônia


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Nilson Nascimento
Fotos: Nilson Nascimento
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Infraestrutura, Obras, Rondônia, Saneamento, Serviço, Servidores


Compartilhe