Governo de Rondônia
Sábado, 23 de janeiro de 2021

Atendimento às vítimas da enchente é reforçado

18 de fevereiro de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

A Defesa Civil Estadual reforçou, no final de semana, o atendimento às famílias afetadas pela enchente do Rio Madeira, com remoção de pessoas para abrigos nas regiões de Nova Mamoré e Porto Velho. Nos bairros Nacional, Balsa, Triângulo, São Sebastião, e nos distritos de Calama e Nazaré, todos na capital, houve necessidade de atendimento com cestas básicas. Ontem à tarde, o nível do Rio Madeira alcançou 17,72, depois de medir 17,47 e 17, 61 durante a manhã.
As decisões para enfrentar os problemas decorrentes do fenômeno da enchente  recorde do Rio Madeira são tomada na sala de gerenciamento de crise, instalada exclusivamente este fim o  Quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar, que tem como comandante o coronel Lioberto Caetano de Souza, que é também o coordenador da Defesa Civil Estadual.

Em Porto Velho, a elevação do nível do rio ampliou a alagação no bairro Triângulo o fornecimento de energia foi interrompido parcialmente.  Já foram contabilizadas  272 famílias desabrigadas e 580 desalojadas na cidade de Porto Velho e distritos de São Sebastião, Calama e Nazaré. Nesta região estão atuam no atendimento às famílias 160  pessoas,  que são membros do Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil, Secretaria Muncipal de Educação, Secretaria Municipal de administração, Corpo de Bombeiros Civil, além de voluntários. A atuação tem o suporte de 43 veículos e duas embarcações do tipo voadeira.

No município de Nova Mamoré foi realizada, pelo Exército,  retirada de pessoas das regiões que estavam em áreas alagadas. Houve a necessidade de providenciar o transporte, para Porto Velho, de 35 turistas que não conseguiram retornar à capital em razão da interdição das pontes existentes na BR-425.

Nesta região chegou a 110 o número de pessoas desabrigadas e 450 as pessoas desalojadas, sendo 400 só na localidade de Araras.

As demandas da região do baixo Madeira, onde estão os distritos de Calama e Nazaré exigiram, no final de semana, a distribuição de 300 cestas básicas e água potável.  A sala de gerenciamento de crise da enchente do Rio Madeira monitora, além do nível do rio, os acontecimentos decorrentes, ao mesmo tempo em que providencia resposta às demandas apresentadas.

Texto: Nonato Cruz


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia


Compartilhe