Governo de Rondônia
Domingo, 13 de junho de 2021

SERVIDOR

Atualização cadastral ganha rapidez com instalação do posto de atendimento próximo ao Palácio Rio Madeira

12 de agosto de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

Novo espaço garante agilidade no cadastramento dos servidores estaduais

Novo espaço garante agilidade no cadastramento dos servidores estaduais

Com a inauguração do posto do Bairro Pedrinhas, quarta-feira (12) pela manhã, na avenida Presidente Dutra, em frente aos Sesc, a Gerência de Recursos Humanos da Superintendência Estadual de Gestão de Pessoas (GRH/ Segep) reduziu de 20 minutos para 5 minutos, em média, o tempo de atendimento da atualização cadastral gasto pelos servidores em comparação com o registrado nas agências bancárias.

O posto em funcionamento na sala “3” da antiga sede da Coordenadoria da Receita Estadual (CRE), av. Presidente Dutra nº 4250, bairro Pedrinhas, possui ambiente refrigerado, e ampla sala de espera com poltronas e seis funcionários do Banco do Brasil e quatro servidores da Segep à disposição para atender até 150 pessoas com senhas por dia, no período das 8 horas às 17 horas, de segunda a sexta-feira.

Segundo a coordenadora da campanha, Evelin Lins, a medida visa desafogar a procura registrada principalmente nos últimos dias de prazo do 1º lote, que foi prorrogada por mais duas semanas por causa dos retardatários, como as cerca de 800 que deixaram para procurar atendimento na última hora.

O 2º lote, com encerramento previsto para o dia 23 de setembro, possui o maior número de servidores, 36 mil no total, dos quais 22 mil pertencem às unidades da Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

A maioria desses servidores mantém conta corrente nas duas principais agências do Banco do Brasil, na capital, av. Presidente Dutra  (2290) e da rua Dom Pedro II (0102). O governo e a Superintendência do Banco do Brasil optaram pela centralização dos serviços no novo posto de atendimento.

Em todo o Estado, 49 agências do Banco do Brasil colocaram empregados à disposição para receber os documentos da atualização cadastral, que já atendeu cerca de 30 mil servidores públicos, 50% do total previsto pelo governo.

Evelin Lins

Evelin Lins

A maior preocupação da coordenadoria da campanha é com os servidores retardatários, pois deixam para fazer a atualização cadastral no último dia, superlotando as agências bancárias. De acordo com a professora Maria Rodrigues de Lima, 48 anos, e há 26 anos morando em Rondônia, a atualização cadastral além de ajudar o governo a conhecer mais cada um dos seus servidores, auxiliará na localização de funcionários fantasmas que ganham sem trabalhar.

Já o arquiteto Francisco Meleiro, 41 anos, disse após fazer sua atualização cadastral que não havia entendido ainda o real objetivo da campanha, uma vez que o governo divulgou pouco o alcance do trabalho.

Evelin Lins explicou, no entanto, que o governo demonstra com esse trabalho que a atualização cadastral também é importante para facilitar a localização de servidores em processo de transposição para os quadros da União, prevê a quantidade de funcionários que serão aposentados nos próximos anos, além de conhecer o perfil funcional de cada servidor para programar atividades de capacitação e saber onde moram.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Abdoral Cardoso
Fotos: Ésio Mendes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Rondônia


Compartilhe