Governo de Rondônia
Domingo, 09 de maio de 2021

PRIORIDADE PARA O CLIENTE

Usina de calcário funcionará em ritmo de empresa

13 de janeiro de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

DSC_0103

Gilmar Pereira: abastecimento de rocha seca normalizará produção

Em 2014, a Companhia de Mineração de Rondônia (CMR) produziu 72 mil toneladas de calcário na Usina Felix Fleury, em Espigão do Oeste, distante  cerca de 590 quilômetros de Porto Velho.

A usina, que deverá funcionar agora em ritmo empresarial, começou a operar em maio do ano passado, aumentando sucessivamente a sua produção: a planta instalada tem capacidade mínima para 30 mil toneladas por mês, entretanto, poderá alcançar o pico de 500 mil toneladas/ano.

“Operamos com capacidade  de produção reduzida, devido ao tempo de maturação para alinhar o sistema de produção.  Tínhamos uma Ferrari, mas não o suporte técnico para abastecê-la”, explicou o presidente da CMR, Gilmar de Freitas Pereira.

Mesmo com esse planejamento futuro, atualmente a usina está com capacidade ociosa, por causa da falta de rocha seca para os moinhos. Assim, Gilmar Pereira prevê que a fábrica trabalhe com produção abaixo do normal até que a rocha normalize a umidade necessária para se obter os 100% da capacidade.

Freitas diz que o objetivo estimado de produção para 2015 é de 450 mil toneladas.  A modernização implicará a melhora na aquisição do calcário, por meio de um sistema totalmente automatizado.  “O produtor poderá fazer o pedido dentro de sua casa ou do escritório, via Internet”, anunciou o diretor.

Até 2016, o Governo Estadual estima que a segunda usina entrará em funcionamento, revitalizando-se a estrutura com o funcionamento de novo refeitório, alojamento,  estacionamento para caminhões e infra-estrutura de atendimento para motoristas.  “Transformaremos a usina em uma empresa de verdade,  onde o atendimento ao cliente seja prioridade”, promete Freitas.

DSC_0221

Sem custos, Estado transportou mais de 10 mil t durante o primeiro governo 

O Governo Estadual tem incentivado  a incorporação de calcário aos produtores da agricultura familiar. Durante a primeira gestão do governador Confúcio Moura, o Estado transportou mais de dez mil toneladas do produto, sem custo para associados e membros de cooperativas em 52 municípios.

A Secretaria Estadual de Agricultura. Pecuária, Desenvolvimento e Regularização Fundiária (Seagri) bateu recorde de toneladas transportadas às associações e cooperativas de produtores da agricultura familiar: mais de quatro mil toneladas.  Os principais municípios que receberam calcário em 2014 para agricultura familiar foram: Ariquemes com um volume estimado de 594,660 toneladas, Vilhena 419,540, São Francisco do Guaporé 351.850, Guajará-Mirim  297.930, Monte Negro 246.440, Machadinho do Oeste 213.446.

PROGRAMA ESTADUAL DE CONSERVAÇÃO DO SOLO DEGRADADO

marca_sbcs_evento_01_01-1024x557

Logomarca da FAO para o Ano Internacional dos Solos

Durante o lançamento regional do Ano Internacional dos Solos 2015, no dia 5 de dezembro de 2014, em Santiago do Chile, a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) informou que a América Latina e o Caribe têm as maiores reservas de terras cultiváveis do mundo, por isso o cuidado e a conservação dos solos são fundamentais para que a região alcance sua meta de erradicar a fome.

Em 2015, o Governo do Estado trabalhará com as organizações da sociedade civil, instituições de pesquisa,  o setor privado e todas as partes interessadas para elaboração do Programa Estadual de Conservação, Preservação e Recuperação de Solo Degradado.

“A preservação do solo é muito importante para a economia e sustentabilidade do nosso Estado. Rondônia tem uma balança comercial pautada nos bens primários e se não cuidarmos do nosso solo, com certeza iremos começar ter resultados insatisfatórios nas atividades agropecuárias.  Para fortalecer e impulsionar a agricultura familiar iremos adquirir 52 mil toneladas de calcário para distribuirem entre os 52 municípios do estado”, disse  Evandro Padovani, secretário da Seagri.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Dhiony Costa e Silva
Fotos: Dhiony Costa e Silva
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Assistência Social, Distritos, Ecologia, Economia, Empresas, Governo, Inclusão Social, Indústria, Infraestrutura, Meio Ambiente, Obras, Rondônia, Saneamento, Saúde, Segurança, Serviço, Solidariedade, Tecnologia, Transporte


Compartilhe