Governo de Rondônia
Quarta, 19 de junho de 2019

ECONOMIA

Banco da Amazônia reafirma confiança em Rondônia e anuncia investimentos

25 de fevereiro de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

Governador

Governador Confúcio Moura afirmou que Rondônia tem um cenário favorável na economia

O Banco da Amazônia tem com Rondônia uma relação bem sucedida, com bases voltadas para o desenvolvimento em todos os setores e quer ampliar sua importância no estado. Foi esta mensagem que o presidente da instituição, Valmir Rossi, transmitiu a produtores do agronegócio e a lideranças empresarias e políticas ao apresentar, nesta quarta-feira (25), no Teatro Guaporé, em Porto Velho, o volume de  recursos injetados na economia local em 2014 os valores previstos para 2015.

No rápido discurso que fez para uma plateia, que incluía o governador Confúcio Moura e o senador Valdir Raupp, além de prefeitos e vereadores de vários municípios, Rossi falou com entusiasmo do potencial produtivo do estado e destacou a liderança no ranking interno do banco na região. Outro fator importante, segundo ele, é que o estado também apresenta o menor índice de inadimplência.

Valmir Rossi, presidente do Basa, anuncia novos investimentos no estado

Valmir Rossi, presidente do Basa, anuncia novos investimentos no estado

Basa e governo de Rondônia firmaram Acordo de Cooperação com intenção é aplicar a totalidade de R$ 1 bilhão em recursos previstos ao estado para 2015.

A meta do banco para 2015 é investir ainda mais no estado, apesar do aspecto sombrio da economia nacional, que aponta para um quadro de recessão.  A expectativa é de que, segundo Rossi, a instituição invista mais que os outros bancos no estado e que, por consequência, seja beneficiada toda a cadeia produtiva regional.

A determinação em trabalhar para reduzir ao mínimo o impacto da crise na economia nacional que se avizinha marcou o pronunciamento do governador Confúcio Moura. Embora admita que Rondônia não ficará imune à crise, ele disse que o cenário local é diferente e citou que fechou as contas de 2014 com registro positivo, ao contrário alguns dos principais estados do país. As terras férteis, as estações climáticas bem definidas contribuem, segundo o governador, para  ampliar as perspectivas positivas.

Confúcio também enalteceu o papel da classe empresarial, explicando que estes são os verdadeiros detentores das riquezas do estado. “Onde há uma possibilidade de produção aí está o homem de negócios, fazendo empréstimos, acreditando, gerando empregos e fortalecendo a economia”, arrematou.

Ele finalizou indicando que Rondônia tem à sua frente um cenário favorável e apontou a hidrovia do Madeira como uma das frentes de desenvolvimento importantes para o país, em razão do custo reduzido do frete.

AUSTERIDADE

Lideranças empresariais e políticas participaram do evento

Lideranças empresariais e políticas participaram do evento

Segundo o senador Valdir Raupp, os índices econômicos nacionais que causam apreensão à sociedade serão enfrentados com medidas austeras, que foram definidas recentemente pela equipe econômica do governo federal. Ele destacou que alguns setores podem se sentir incomodados, mas será desta forma que as turbulências serão superadas. A partir destas providências, disse Raupp, o país terá assegurado que não perderá o grau de investimentos.

O senador também ficou iniciativas do governo estadual que abrem novas fronteiras para o desenvolvimento, como a exploração racional das florestas, que serão transformadas em ativos econômicos.

O o evento foi encerrado com a assinatura de contratos com produtores de diversos segmentos, seguido de um seminário sobre a economia mundial com palestra ministrada por Luís Sunigam, da LCA Consultoria, sobre o cenário econômico.


Fonte
Texto: Nonato Cruz
Fotos: Bruno Corsino
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Brasil, Contratos e Aditivos, Economia, Empresas, Governo, Indústria, Infraestrutura, Meio Ambiente, Municípios, Piscicultura, Rondônia, Transporte


Compartilhe