Governo de Rondônia
Segunda, 08 de março de 2021

VOLUNTARIADO

Banco de Sangue atenderá o dia todo, aos sábados, para receber doadores impossibilitados de comparecer no expediente normal

25 de abril de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

Pode faltar sangue na Fundação Fhemeron durante o período de carnaval.

Coleta de sangue será ampliada e já conta com a adesão do IFRO

A Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Rondônia (Fhemeron) ampliará o plantão do Banco de Sangue aos sábados, para receber doadores que trabalham no comércio, estudam e não têm condições de comparecer em horário normal de expediente.

“A partir de agora, estamos também à disposição da solidariedade empresarial para combinar horários de coleta de sangue dessa classe e de seus trabalhadores”, anunciou hoje (25) o presidente da Fundação, Sid Orleans.

Com estoque estável de sangue dos tipos A+. O+ e O, atualmente a direção da Fhemeron pode atender apenas emergências, e dessa maneira buscará potenciais doadores, sensibilizando-os a respeito da situação.

O voluntariado nunca foi tão necessário. Hoje, apenas 3% da população da Capital [511 mil habitantes] são doadores.

Orleans disse que o atendimento no sábado todo foi uma das sugestões que recebeu durante suas andanças pelo Centro de Porto Velho, quando consultou comerciários e empresários a respeito de futuras campanhas de doação.

Nas palavras do presidente, “este é mais um pedido de socorro”. “Famílias podem, a qualquer momento, ter um ente necessitando transfusão, então, doem aquilo que têm de mais valioso, para salvar vidas”.

 

“Famílias podem, a qualquer momento, ter um ente necessitando transfusão, então, doem aquilo que têm de mais valioso, para salvar vidas”. Sid Orleans, presidente da Fhemeron

 

Os acenos de solidariedade começam a chegar, informou a assistente social responsável pela captação de novos doadores da fundação, Maria Luiza Pereira. Segundo ela, a Reitoria do Instituto Federal de Rondônia [Ifro] no campus da avenida Calama obteve a parceria do grêmio estudantil para o início de doações a partir de maio próximo. O calendário de coleta está sendo definido. “Já contamos com a adesão de universidades, e esperamos que outras escolas também sejam solidárias”, disse Maria Luiza.

Para Orleans, a rede hospitalar em Porto Velho não necessita cativar a população tanto quanto precisa no momento o Banco de Sangue. “Daí, porque contamos com a solidariedade das pessoas; os braços da Fhemeron estão estendidos ao doador, como um gesto de agradecimento”.

Nesse aspecto, Orleans reforço o apelo do retorno dos doadores já cadastrados – cerca de 66 mil, denominados “fidelizados”.

“Quem, por ventura, estiver em dificuldade física e não puder chegar arte aqui, pode telefonar [números mencionados no final do texto] para nosso plantão e a equipe atenderá casos excepcionais, oferecendo transporte”.

O sangue doado é separado em diferentes componentes [hemácias, plaquetas, plasma e outros] e assim poderá beneficiar mais de um paciente com apenas uma unidade coletada.

Os componentes são utilizados para atendimentos de urgência, cirurgias eletivas de grande porte e tratamento de pessoas com doenças crônicas, entre as quais, falciforme e talassemia, e oncológicas variadas que necessitam frequentemente de transfusão.


FALE COM O BANCO DE SANGUE

0800 642 5744
3216 2234
Das 7 às 19h, de 2ª a sexta-feira; aos sábados, ainda, até meio-dia.

QUEM PODE DOAR

► O homem pode doar quatro vezes por ano, a mulher, três vezes.
► Sentir-se bem, com saúde.
► Apresentar documento com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo o território nacional.
► Ter entre 16 e 69 anos de idade e peso acima de 50 quilos.

QUEM NÃO PODE DOAR

► Quem teve diagnóstico de hepatite após inteirar 11 anos de idade
► Mulheres grávidas ou que estejam amamentando
► Pessoas que estão expostas a doenças transmissíveis pelo sangue – aids, hepatite, sífilis e doença de Chagas

NO DIA DA DOAÇÃO

Nunca doar sangue em jejum
► Fazer repouso mínimo de seis horas na noite anterior à doação
► Não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação
► Evitar fumar por pelo menos duas horas antes e depois da doação
► Evitar ingerir alimentos gordurosos

Leia mais:
Coleta de sangue por meio de aférese otimiza doação e dá mais segurança a pacientes em Rondônia
Fundação de Hematologia alerta para situação crítica do estoque de sangue em Rondônia


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Montezuma Cruz
Fotos: Admilson Knightz e Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Assistência Social, Governo, Rondônia, Saúde, Sociedade


Compartilhe