Governo de Rondônia
Segunda, 19 de agosto de 2019

ACORDO DE COOPERAÇÃO

Barco Hospital de Rondônia vai levar assistência médica também ao Departamento de Beni na Bolívia

16 de agosto de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

Guajara-Mirim 15--08-16 Reuniao para tratar de acordo Rondonia-Beni_-17

Governos de Rondônia e do Departamento boliviano de Beni durante reunião para consolidar parceria

Os governos de Rondônia e do Departamento boliviano de Beni deram mais um passo para consolidar parceria para ações de desenvolvimento comum. Nessa segunda-feira (15), em Guajará Mirim, alinharam propostas para aprovação legislativa das duas partes. O Barco Hospital Walter Bartolo, que inicia nesta terça-feira (16) atendimentos médico e social pelo rio Guaporé para brasileiros e bolivianos, é o gesto concreto da cooperação binacional.

Delegações dos dois governos se reuniram na Escola Estadual Alkindar Brasil de Arouca para tratar de itens da cooperação mútua que vem sendo alinhavada há algum tempo. O governador de Rondônia, Confúcio Moura, levou secretários e o vice-governador, Daniel Pereira, que tem tratado pessoalmente da questão, inclusive em Brasília.

Do lado boliviano, vieram a  secretária do governo de Beni, Ingrid Loreto Zabala, que representou o governador Alex Ferrier Abadar; a secretária do Desenvolvimento Humano, Mayerling Castego Molina, além de deputados e outros assessores.

As cidades de Guajará-Mirim e Guayaramerin são vizinhas. Guayara  faz parte do Departamento de Beni. A fronteira é o rio Mamoré

Construído pelo Governo de Rondônia, o Barco Hospital Walter Bartolo mereceu longos comentários na agenda de discussões.  A embarcação vai levar dignidade aos povos dos dois países nesta parte da Amazônia, segundo Confúcio Moura.

Rondônia vai contribuir ainda mais com o setor de saúde. O Hospital Regional de Guajará-Mirim está com 85% das obras concluídas. Os equipamentos estão sendo licitados, e a definição do quadro de pessoal está em andamento, conforme a secretária-adjunta da Saúde rondoniense, Maria do Socorro Rodrigues.

A inclusão de médicos bolivianos no serviço de saúde do hospital vai ser assegurada por uma autorização do governo brasileiro.

Barco hospital_Guajará-Mirim_03.08.16_Foto_Daiane Mendonça (22)FATO HISTÓRICO

Pela primeira vez  na história, médicos bolivianos que fazem intercâmbio de conhecimento no Brasil serão contratados como bolsistas para prestar serviço no hospital regional. A notícia foi apresentada pela deputada federal Marinha Raupp, e comemorada pela delegação de Beni.

Ainda estão em andamento gestões para incluir profissionais bolivianos na tripulação do Barco Walter Bartolo. Este item ainda depende de ajustes legais que passam pelo legislativo e jurídico dos dois governos.

A cooperação entre os dois governos prevê, ainda, a autorização para que professores brasileiros ensinem a língua portuguesa nas cidades da fronteira boliviana e vice-versa.

A parte legal do atendimento a brasileiros e bolivianos, como moradores de fronteira, pode vir com a instituição de um documento específico, provavelmente um cartão de identidade de cidadão de fronteira, que já está sendo debatido entre os deputados de Beni. A iniciativa foi saudada como muito positiva pela deputada Marinha Raupp.

A ideia é que, além dos avanços na área da saúde, a cooperação binacional na região avance também para outros campos, como o comercial.

Atualmente, um acordo para a ação conjunta na área de sanidade animal funciona entre os dois governos. As delegações pretendem fazer alterações para que a cooperação avance em outros campos a partir deste entendimento.

Os representantes bolivianos ficaram entusiasmados com os avanços da parceria, e prometeram contribuir de várias formas.

Confúcio Moura argumentou que há itens que interessam aos dois governos. Rondônia tem uma diversidade de produtos que podem chegar ao comércio boliviano, que é o vizinho mais próximo.

O vice-governador, Daniel Pereira, foi designado por Confúcio Moura para dar andamento nas negociações para que a irmandade de fronteira se fortaleça. Segundo o governador, como tem atuado com frequência nestes assuntos, Pereira é a pessoa certa para conduzir o processo.

Os debates incluíram participações dos deputados rondoniense Eurípedes Lebrão, Só na Bença e Neidson Barros, além do prefeito de Guajará-Mirim, Dúlcio Mendes.

Leia mais:
Barco hospital de Rondônia atenderá ribeirinhos e ilhéus do Vale do Guaporé a partir do dia 16
Governo de Rondônia e Departamento de Beni, na Bolívia, definem parcerias nas áreas de educação, pecuária, piscicultura e tecnologia


Fonte
Texto: Nonato Cruz
Fotos: Bruno Corsino
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Rondônia


Compartilhe