Governo de Rondônia
Segunda, 17 de maio de 2021

INFRAESTRUTURA

Cacoal recebe recurso para reconstruir áreas atingidas pela enchente de 2014; DER executará obras

27 de março de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

A força das águas arrastou pontes de madeira que serão substituídas por galerias de concreto.

A força das águas arrastou pontes de madeira que serão substituídas por galerias de concreto.

O município de Cacoal receberá quase R$ 3 milhões Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), para a reconstrução de um posto de saúde e da Casa da Gestante e para a construção de 10 galerias de concreto. O recurso de R$ 2.879.591,17 foi liberado para a Defesa Civil de Rondônia, subordinada ao Corpo de Bombeiros, para áreas atingidas pela enchente de 2014.

O Corpo de Bombeiros direcionará a verba ao Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes (DER), responsável pelos projetos das galerias de concreto, e ao Departamento de Obras e Serviços Públicos (Deosp), que terá a incumbência da reconstrução do posto de saúde e da Casa da Gestante.

O diretor-geral do DER e Deosp, Lioberto Caetano, fez o anúncio da liberação do recurso neste semana, em Cacoal, durante o evento de anúncio da revitalização do Campo Vilage do Sol. Disse que a execução das obras será realizada com a contrapartida do Governo estadual, que estava à espera da liberação do recurso da Sedec.

Conforme o projeto, a reconstrução do posto de saúde que funcionava no bairro Princesa Isabel, será no bairro Santo Antônio. A Casa da Gestante será construída na avenida Amazonas, no Centro.

As galerias de concreto serão construídas nas seguintes localidades:

Duas na Linha E, no Setor Prosperidade;
Uma na Linha 09
Uma na Linha 11
02 Linha 12 (kms 2 e 5)
Uma na Linha 14
Uma na Linha 13
Uma reconstrução parcial de uma galeria no local conhecido como Cinturão Verde, no Travessão próximo à Linha 08.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Nilson Nascimento
Fotos: Cacoalnoticias.com.br
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Inclusão Social, Indústria, Infraestrutura


Compartilhe