Governo de Rondônia
Sexta, 15 de novembro de 2019

Águas Subterrâneas

Governo do Estado de Rondônia

Água subterrânea é definida como:

Toda a água que corre no subsolo, nos poros, fissuras, fraturas e outros espaços vazios de dimensões milimétricas das rochas, ou seja,  abaixo da superfície da Terra. A maior parte das águas subterrâneas origina-se de água da chuva, a qual se infiltra através da zona insaturada […].  Formando a zona saturada.

– A zona inferior é denominada zona de saturação porque todos os poros e interstícios da rocha se encontram saturados de água, Silva Filho (1993).

– Segundo a Agência Nacional de Águas – ANA, “Rondônia conta com bons mananciais subterrâneos, em particular o sistema aquífero Parecis, que aflora na extremidade leste do Estado (região limítrofe entre sub-regiões hidrográficas Tapajós e Madeira”.

– As Águas Subterrâneas desempenham um papel essencial na manutenção da umidade do solo, do fluxo dos rios, lagos e brejos.

–  Cumprem uma fase do ciclo hidrológico, uma vez que constituem uma parcela da água precipitada.

O CICLO DA ÁGUA

Logo após a precipitação, parte das águas que atinge o solo se infiltra e percola no interior do subsolo, durante períodos de tempo extremamente variáveis, decorrentes de muitos fatores:

1.Porosidade no Subsolo;

2.Cobertura Vegetal;

3.Inclinação do Terreno;

4.Tipo de Chuva.

Durante a Infiltração, a água pode ficar retida em duas zonas distintas:

  1. Zona Não Saturada:  Sob à ação da força de adesão ou capilaridade;
  2. Zona Saturada: Sob à ação da gravidade. Observe a figura

aguas


Compartilhe