Governo de Rondônia
Quarta, 05 de maio de 2021

CEREST

Centro de Referência fortalece a cultura da prevenção de acidentes e doenças relacionados ao trabalho

20 de março de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

O mestre de Obras Amiraldo Esquerdo diz que os equipamentos são essenciais para a proteção do trabalhador

O mestre de Obras Amiraldo Esquerdo diz que os equipamentos são essenciais para a proteção do trabalhador

Três unidades do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador, Cerest, estão instaladas em Rondônia, ligados ao Sistema Único de Saúde, SUS, com o objetivo principal de fortalecer a cultura da prevenção dos acidentes e doenças relacionadas ao trabalho. As unidades estão localizadas em Porto Velho, Cacoal e Vilhena. Esta última com especificidade rural.

O Cerest está vinculado à secretaria estadual de saúde e busca a prevenção, promoção e vigilância dos agravos e doenças relacionadas ao trabalho, seja através de campanhas educativas, palestras, capacitações, pit stop com distribuição de material educativo, referente sempre às doenças do trabalho.

A coordenadora do Cerest em Porto Velho, enfermeira Ana Flora Gerhardt, esclarece que este não é um órgão executor, ou seja, não faz curativos, aplicação de medicamentos e tratamentos em geral, mas sim “promovem ações para melhorar as condições de trabalho e a qualidade de vida do trabalhador por meio da prevenção e vigilância”.

Segundo Ana Flora, o Cerest trabalha por segmentos, conforme o Plano Anual de Saúde, que é construído pelo Ministério da Saúde. Para este ano, segundo informou, o foco é a Brucelose Humana, por isso “temos um trabalho direcionado aos frigoríficos e laticínios do estado”.

Nesta relação de trabalho, o empregador possui papel fundamental, informou, pois além de fornecer os equipamentos para segurança e proteção do trabalhador, “deve fiscalizar o uso correto e advertir o colaborador que não estiver utilizando o equipamento”.

AÇÕES

Uma das ações já realizada este ano pelo Cerest foi em conjunto com o Ministério da Saúde, Polícia Rodoviária Federal junto aos caminhoneiros, com conscientização das doenças relacionadas com o trabalho, como LER/Dort, surdez e transtorno mental.

Para ser atendido pelo Cerest, a procura pode se dar de forma espontânea por parte do trabalhador ou via associações, empresas públicas ou privadas e ou sindicatos, pois qualquer trabalhador, formal ou informal, urbano ou rural, domésticos, autônomos, com ou sem carteira, pode ser atendido pelo Centro.

Segundo Ana Flora, é importante que o trabalhador tenha consciência do uso dos equipamentos de proteção individual (EPI) e de proteção coletiva (EPC) para minimizar ou eliminar a exposição aos fatores de risco que podem ser agentes químicos, físicos biológicos ergonômicos, entre outros.

Para buscar orientações sobre o trabalho do Cerest, receber palestras e orientações na empresa, basta procurar o Centro que fica localizado na Policlínica Osvaldo Cruz (4º Andar) ou pelo fone 0800-647-5300.

Equipe do Cerest

Equipe do Cerest

Em memória ao Dia Internacional em Memória das Vítimas de Doenças e Acidentes de trabalho, o Cerest em parceria  com o Serviço Social do Comércio (Sesc), da Indústria (Sesi), Ministério Público do Trabalho (MPT), Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), Sindicato dos Bancários (SEEB), Detran entre outros, realizarão no próximo dia 28 de abril um Pit Stop.

O evento será realizado na confluência das avenidas Carlos Gomes e Brasília das 7h30 às 9h da manhã, com distribuição de material educativo para a população. Conforme informou a fisioterapeuta do trabalhador, Simone Oliveira, a data faz parte do calendário do Ministério da Saúde (MS).


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Geovani Berno
Fotos: Bruno Corsino
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Capacitação, Governo, Saúde, Segurança, Servidores, Sociedade


Compartilhe