Governo de Rondônia
Terça, 21 de maio de 2019

SEGURANÇA

Centro de Ressocialização de Ariquemes é inaugurado; unidade tem capacidade para 198 pessoas

28 de julho de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

Centro de Ressocialização de Ariquemes

O governo de Rondônia entregou na quinta-feira (27) o Centro de Ressocialização de Ariquemes, com capacidade para 198 pessoas. Esta é a sétima unidade inaugurada nos últimos seis anos dentro da proposta de adequação e modernização do sistema prisional do estado.

O Centro de Ressocialização de Ariquemes teve a obra iniciada em 2008. Desde então, seis empresas privadas trabalharam na construção, mas desistiram do serviço. O governo estadual assumiu e concluiu a obra entregue nesta quinta-feira, ao custo de R$ 25 milhões.

As celas da nova unidade comportam oito pessoas e contêm banheiros privativos. As celas destinadas aos condenados portadores de necessidades especiais são adaptadas. Toda essa estrutura física no Centro de Ressocialização de Ariquemes atende às exigências da Lei de Execuções Penais.

Ainda conforme a legislação federal, a unidade conta também com sistema de rastreamento, como aparelhos de raios-x, raquetes e detector de metais. Área administrativa e espaços para atendimentos médicos, educacionais e religiosos também estão disponíveis aos condenados. O novo prédio fica a 10 quilômetros do centro de Ariquemes em região onde não funciona telefonia celular.

“Já licitamos o sistema de monitoramento eletrônico para auxiliar na segurança e, também, estão licitados as construções de mais outros dois pavilhões triplicando a capacidade de acolhimento de apenados”, anunciou o secretário de Estado de Justiça (Sejus), coronel Marcos Rocha.

A juíza da Vara de Execuções Penais, Cláudia Mara Fernandes, agradeceu o empenho do governador Confúcio Moura no atendimento à retomada da obra e enfatizou que ações de cidadania como cursos profissionalizantes, artesanatos e educação serão implantados na unidade.

Inauguração reuniu diversos representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário

“Não sabemos as motivações desses condenados em abandonar os estudos e/ou as razões pelas quais muitos deles nem entraram na escola. O que sabemos é que devemos fazer a nossa parte oportunizando o ensino a eles, a ressocialização”, disse a juíza.

A solenidade inaugural foi prestigiada por prefeitos de várias cidades da região e de Guajará-Mirim; vice-prefeito de Ariquemes, Lucas Follador; vereadores; deputados estaduais Geraldo da Rondônia, Saulo Moreira e Adelino Follador; o secretário estadual de Segurança (Sesdec), coronel Lioberto Caetano e o secretário executivo regional de Ariquemes, Ezequias Miranda.

A população carcerária de Rondônia é de 12 mil pessoas. As unidades carcerárias inauguradas pelo governo de Rondônia estão em Vilhena, Alvorada do Oeste, Machadinho do Oeste, Ariquemes e Porto Velho. Em Ji-Paraná a unidade atende adolescentes em conflito com a Lei. Ariquemes registra 453 detentos distribuídos em vários presídios estaduais.

Leia mais:

Estado repassa R$ 891 mil para implantação de um novo modelo de ressocialização em Ji-Paraná

Segurança nas unidades prisionais de Porto Velho será reforçada com equipamento de revista mais eficiente


Fonte
Texto: Paulo Sérgio
Fotos: Alex Leite e Jeferson Mota
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Brasil, Cursos, Educação, Empresas, Evento, Governo, Interno, Justiça, Legislação, Municípios, Obras, Polícia, Rondônia, Saúde, Segurança, Sociedade, Tabelas Rodoviárias, Tecnologia


Compartilhe