Governo de Rondônia
Quinta, 04 de março de 2021

FEIRAS

Cerca de 50 artesãos são cadastrados em Ji-Paraná e preenchem vagas da feira que será realizada no mês de agosto

20 de fevereiro de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

O cadastro realizado sábado (18), na Câmara Municipal de Ji-Paraná atraiu mais de 150 artesãos, inclusive dos municípios de Cacoal, Vilhena e Ouro Preto do Oeste. Das 7h às 14h, foram pouco mais de 50 cadastros realizados para a carteira emitida pelo Programa de Artesanato Brasileiro (PAB), sob a coordenação da Superintendência Estadual da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel).

Cadastro atraiu 150 artesãos em Ji-Paraná, no sábado

Cadastro atraiu 150 artesãos em Ji-Paraná, no sábado

Os artesãos de outros municípios que participaram do cadastro em Ji-Paraná também foram selecionadas para participar da feira no mês de agosto. Dos três municípios sete profissionais foram selecionados, todos já cadastrados.

De acordo com edital das feiras, conforme o número de inscritos não sejam alcançados, a coordenadoria de artesanato pode selecionar outros artesãos de todo o estado, tanto para 50% oferecido para o estado, quanto para 50% direcionado para cidade realizadora.

“De Cacoal vieram oito artesãos, um de Vilhena e cinco de Ouro Preto do Oeste. Para nós é uma satisfação vermos nosso trabalho creditado pela procura dos artesãos em busca do cadastro e informações para as feiras”, disse Rodnei Paes, titular da Sejucel.

Para Rodnei, a procura por orientações sobre como participar das feiras mostra o quanto esses profissionais buscam a comercialização dos seus produtos.

Conforme o cadastro acontecia, a comissão da Sejucel verificava quais artesãos podiam participar das feiras, levando em conta a carteira e se têm produtos em estoque para comercializá-los. Três artesãos foram identificados como habilitados à 1ª Feira Regional de Artesanato de Rondônia de Ji-Paraná.

 

“Para fazer o cadastro, é preciso foto 3×4, cópia do RG, CPF, comprovante de endereço e uma peça artesanal, mas muitos deles chegavam com peças fundamentais para o cadastro”, lembrou Wéllida Sodré, coordenadora de Artesanato da Sejucel.

A equipe da Sejucel, que também esteve em Espigão dom Oeste, estuda uma data para voltar ao município para realizar aos cadastros que ficaram pendentes.

Saiba mais:

Sábado haverá cadastro de artesãos de Ji-Paraná; carteira habilita profissionais para feiras regionais

Governo realiza cadastro de artesãos da região de Ariquemes


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Maximus Vargas
Fotos: Arquivo da Sejucel
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Distritos, Governo, Inclusão Social, Rondônia, Sociedade


Compartilhe