Governo de Rondônia
Sábado, 15 de maio de 2021

Cheia do Rio Madeira aumenta em 30% fluxo de cargas em porto de RO

14 de fevereiro de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

O aumento do nível do Rio Madeira, em Rondonia, é visto como positivo para o setor de navegação no Porto de Porto Velho. Segundo a Sociedade de Portos e Hidrovias do Estado de Rondônia (Soph) o fluxo de cargas no local aumentou 30% nos primeiros dias de fevereiro, se relacionado ao mesmo período do ano passado.

Conforme o presidente da Soph, Ribamar Oliveira, o Porto de Porto Velho está inserido num local de segurança, onde não há problemas com desbarrancamentos de margens ou com a força do correnteza. Diferente da situação encontrada em outros portos, como o Porto do Cai n’Água, que foi interditado na quarta-feira (12) por conta do aumento do nível do Rio Madeira. Nesta quinta (13) as águas do Madeira chegaram a 17,18 metros.

As embarcações que operam no Porto de Porto Velho são, principalmente, para exportação. Nesta quinta-feira (13), a Petrobrás começou a operar no local e, segundo Oliveira, a Soph está em negociação com mais quatro empresas. A previsão é de que este aumento no fluxo dure, pelo menos, dois meses. “Embarcações que antes não paravam no porto, agora param. Claro que esta cheia tem prejudicado muita gente, mas no nosso caso, tem gerado rentabilidade, visto nossa área de atuação”, explica.

Estado de emergência
O governador de Rondônia, Confúcio Moura (PMDB), decretou estado de emergência em quatro municípios, nesta quinta-feira (13), em razão das cheias do Rio Madeira. Lagos e igarapés transbordaram e pontes foram danificadas nos acessos às cidades de Rolim de Moura, Guajará-Mirim e Santa Luzia. A situação é mais grave na capital, Porto Velho, onde, na área urbana, 200 famílias têm água em seus quintais ou suas residências foram encobertas. As famílias desalojadas, levadas para casa de parentes, chegam a 145. Nove bairros estão submersos, informou o diretor de Comunicação do Corpo de Bombeiros, coronel Gilvander Gregório. Trinta e seis famílias desabrigadas foram encaminhadas para a Escola Municipal Maria Izaura.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Transporte


Compartilhe