Governo de Rondônia
Sábado, 23 de março de 2019

EDUCAÇÃO PÚBLICA

Colégio Tiradentes da Polícia Miliar de Jacy-Paraná é finalista em feira nacional de ciência e engenharia de São Paulo

13 de fevereiro de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

Rondônia começa a se destacar na educação no cenário nacional, e a boa notícia é que o grupo de robótica do Colégio Tiradentes da Polícia Militar de Jacy-Paraná, distrito de Porto Velho, é um dos finalistas da 15ª Feira Brasileira de Ciência e Engenharia (Febrace), que vai acontecer de 21 a 23 de março, na Universidade de São Paulo (USP). As alunas Cláudia Caroline Boaria Silva e Débora Noemi de Souza Maia, orientadas pela coordenadora do grupo de robótica do CTPM – Jacy , tenente Erika Josiani Ossuci, irão representar o estado no evento naciona.

Alunos do Colégio Tiradentes com a diretora tenente Erika Ossuci

Alunos do Colégio Tiradentes com a diretora tenente Erika Ossuci

A Febrace é um movimento nacional de estímulo ao jovem cientista, que assume importante papel social, incentivando a criatividade e a reflexão dos estudantes da educação básica, através do desenvolvimento de projetos com fundamento científico, nas diferentes áreas das ciências e engenharia. 

Erika Ossuci disse que desenvolve o ano todo ações de incentivo à cultura investigativa, de inovação e empreendedorismo em Rondônia, cujo objetivo é a descoberta de novos talentos e gerando oportunidades aos jovens.
A Febrace é composta por alunos, professores, pais e escolas que juntos mostram à sociedade brasileira que aprendem a aprender, que podem querer e que podem fazer. Tem como objetivos estimular novas vocações em ciências e engenharia através do desenvolvimento de projetos criativos e inovadores; aproximar as escolas públicas e privadas das universidades, criando oportunidades de interação espontânea entre os estudantes e professores das escolas com a comunidade universitária (estudantes, professores, funcionários) para uma melhor compreensão dos papéis das universidades em ensino, pesquisa, cultura e extensão; e criar oportunidade para jovens pré-universitários brasileiros entrarem em contato com diferentes culturas e estarem próximos de reconhecidos cientistas.

Fonte
Texto: Antônio Queiroz
Fotos: Seduc
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Educação, Governo, Rondônia


Compartilhe