Governo de Rondônia
Sexta, 20 de setembro de 2019

TRÂNSITO

Com ações preventivas, governo reduz índices de embriaguez ao volante em Vilhena

29 de março de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

Operação Lei Seca abordou 1.185 de janeiro a março deste ano

As frentes de ações preventivas desenvolvidas pelo governo do Estado, trabalho desencadeado em parceria entre o Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia (Detran-RO), Polícia Militar e Polícia Civil, por meio da Operação Lei Seca, reduziu, em Vilhena, significativamente o número de condutores autuados por embriaguez ao volante, crime previsto no Artigo 165, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Os dados, que tomam como base os três primeiros meses deste ano, foram apresentados ontem (28) pelos técnicos da Ciretran, após fazerem uma comparação com os números anteriores das operações realizadas no município.

Sendo, estatisticamente, a quinta maior frota do Estado, com 62 mil veículos em circulação, atrás apenas de Porto Velho, Ji-Paraná, Ariquemes e Cacoal, respectivamente, Vilhena realizou, entre janeiro a março de 2019, um total de 11 operações da Lei Seca, abordando 1.185 veículos, entre carros e motocicletas, autuando 102 condutores por embriagues ao volante.

Um número que, segundo os técnicos do órgão, é considerado reduzido em comparação às operações promovidas anteriormente no município.

EDUCAÇÃO

Sede administrativa da Ciretran de Vilhena (RO)

Ainda de acordo com relatório da Ciretran, durante as operações, foram autuados 29 condutores inabilitados, crime previsto no Artigo 162 I do (CTB), sendo, também, removidos ao pátio da instituição, 63 veículos em atraso de licenciamento, contrariando o Artigo 230 – V do (CTB).

Embora seja cedo para se comemorar a redução nos índices de embriaguez ao volante, os servidores de Vilhena que atuam nas operações destacam que, entre outras ações promovidas durante as blitzes, o trabalho preventivo, de educação e de orientação aos condutores tem sido focado por todos os servidores envolvidos nas atividades de trânsito.

Nas operações, por exemplo, uma força-tarefa de servidores estaduais se une em realizar as abordagens e orientações aos motoristas.

São, na verdade, 12 servidores da Ciretran, além de mais 12 policiais militares e uma equipe da Polícia Civil, com 5 funcionários. “O governo de Rondônia tem feito sua parte e colaborado para garantir um trânsito mais humano e seguro, promovendo parcerias institucionais e direcionando essas ações num foco só: evitar acidentes”, observa o chefe da Ciretran de Vilhena, Gustavo Ozeika.

Leia mais:

 Educação e fiscalização de trânsito reduzem índices de acidentes em Rondônia, destaca Detran

 João Paulo II atende 419 pacientes durante carnaval; acidentes de trânsito diminui 51% em relação ao ano passado


Fonte
Texto: Eraldo Erick
Fotos: Eraldo Erick
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Municípios


Compartilhe