Governo de Rondônia
Segunda, 16 de setembro de 2019

INVESTIMENTO

Com o crescimento vertical de Porto Velho, Corpo de Bombeiros está estruturado para atender qualquer ocorrência

03 de junho de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

A magirus 37 consegue resgatar vítimas em prédios com 13 andares

As 15 unidades do Corpo de Bombeiros do estado de Rondônia atuam, hoje, com equipamentos modernos e de alta tecnologia, que atendem e prestam socorro à população. No segmento de resgates, Rondônia caminha lado a lado com a tecnologia e com os melhores do mundo. Entre os equipamentos, a corporação já possui uma das escadas mais modernas do mundo todo, um equipamento do modelo magirus 37 de origem alemã, adquirida há cerca de oito anos, e que tem capacidade de fazer o resgate de pessoas em um prédio com mais de 13 andares, além de resgates no meio aquático e o combate à incêndios.

Os últimos estudos feitos pela corporação apontam que o estado teve grande crescimento no meio urbano. Novas prédios foram construídos, entre eles, alguns com mais de 20 andares, sendo necessário maior investimento em equipamentos no segmento de resgates.  Por isso mais duas novas escadas dos modelos magirus 42 e 60 estão prestes a chegar em Rondônia. Ambas são similares ao modelo 37, porém mais ágeis e potentes.

De acordo com o comandante geral do Corpo de Bombeiros, Demargli Farias, os novos modelos possuem plataforma giratória, capacidade para mais 2.500 l/min, adaptação a ambientes pequenos, possibilidade de resgate em até 60 metros de altura, e alcance de água em até 100 metros. Um investimento de mais de R$ 9 milhões.

“Todas as aquisições de nossos equipamentos são, ainda, justificadas através de análises, pesquisas e comprovação de dados. O resultado é cada vez menos ocorrências graças ao trabalho preventivo. E costumo sempre afirmar que para salvar uma vida, não existe preço” destacou o comandante.

“O corpo de bombeiros hoje trabalha com a prevenção. Nossa prioridade é salvar vidas, e para isso precisamos estar preparados para qualquer ocorrência. Todos os Corpos de Bombeiros do Brasil já possuem esses novos equipamentos, e Rondônia não pode ficar atrás”.

Para a Corporação, quanto menos a escada for usada, melhor. Isso significa que menos vidas foram expostas ao risco em acidentes ou sinistros.

 

“Trabalhamos com a prevenção e estamos preparados caso haja alguma emergência em prédios e edifícios da nossa Capital. Imagina se um prédio com 15 andares pega fogo. Sem um equipamento como este, como poderemos prestar o socorro adequado e com segurança?”, diz o comandante.

 

A escada com maior alcance vai ficar na capital, devido a quantidade de prédios. Os outros modelos serão encaminhados aos municípios de Ji – Paraná e Vilhena. E para atuar com equipamentos de alta tecnologia e complexidade, as equipes do Corpo de Bombeiros fizeram cursos de capacitação.

 

Leia mais:

 Novos investimentos ao Corpo de Bombeiros passam de R$ 40 milhões e corporação é destaque em desoneração para o Estado

 Corpo de Bombeiros divulga lista de cuidados para evitar afogamento em balneários

 Investimentos na segurança são anunciados em solenidade do Corpo de Bombeiros em Porto Velho


Fonte
Texto: Anayr Celina
Fotos: Frank Nery e Anderson Rodrigues
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Brasil, Cursos, Governo, Infraestrutura, Municípios, Rondônia, Segurança, Servidores, Sociedade


Compartilhe