Governo de Rondônia
Segunda, 14 de junho de 2021

Entrevista

Começa o processo de climatização no Abrigo Único

08 de maio de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

O processo de climatização das 200 barracas instaladas no Abrigo Único,  onde estão famílias flageladas pela enchente do rio Madeira, foi iniciado com a distribuição de ventiladores. Na etapa seguinte serão colocadas telas que protegem contra os raios solares, mas facilitam a ventilação. O anúncio foi feito ontem (08) pelo tenente-coronel Demargli Farias, do Corpo de Bombeiros, oficial de Comunicação da Defesa Civil Estadual.

Entrevista-Tcel-Farias (10)

Farias fez a revelação durante o programa Fala Rondônia, na Rede TV, onde foi entrevistado pelo jornalista Marcelo Bennesby. Ele explicou que o padrão das barracas é o mesmo utilizado em desastres naturais no mundo inteiro e que, costumeiramente, são feitas adaptações para garantir conforto aos abrigados.

Reconstrução

Sobre futuro das famílias dos distritos da região do Baixo Madeira, o tenente-coronel Farias destacou que o governo do Estado tem um plano integrado de reconstrução e que, certamente, algumas delas não poderão continuar morando nos mesmos imóveis quando as áreas baixarem completamente. “Nos casos em que não for segura a volta para casa, as famílias serão atendidas através de programas sociais, com habitações, por exemplo’”, informou.

Farias acrescentou que as áreas de risco, onde não for possível garantir o retorno dos moradores, poderão ser recuperadas e, nelas, implantadas obras de contenção, como já acontece em algumas regiões do país, também afetadas por desastres deste porte.

Entrevista-Tcel-Farias (1)

A enchente do rio Madeira afetou cerca de 20 mil pessoas diretamente, mas os impactos atingiram o setor de transporte, agricultura, pecuária, abastecimento de combustíveis, saúde, educação e emprego.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Nonato Cruz
Fotos: Ésio Mendes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Serviço


Compartilhe