Governo de Rondônia
Sábado, 19 de junho de 2021

EDUCAÇÃO

Comissão da Seduc faz visita técnica a projeto educacional do Rio de Janeiro

28 de setembro de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

 

O secretário de Estado da Educação de Rondônia, Waldo Alves, cumpre a determinação do governador Confúcio Moura para melhorar a qualidade do ensino nos estabelecimentos da rede estadual de Rondônia e, para tanto, embarcou nessa terça-feira (26) para o Rio de Janeiro com o objetivo de conhecer o Projeto Nave (Núcleo Avançado em Educação), que é referência nas escolas estaduais carioca.

Secretário Waldo Alves em visita ao Rio de Janeiro para conhecer escolas modelos. Sendo recebido pela Subsecretaria do Rio de Janeiro Júlia Sant’Anna e o Superintendente de gestão das regionais Administrativas Marcus Barros.

Nesta quarta-feira (27), em companhia do assessor Chefe de Planejamento da Secretaria de Estado da Educação do Rio de Janeiro, professor Adriano Giglio; do diretor Regional Administrativo, professor Alan Marques e  da diretora da Unidade Escolar , professora Carla Verônica, o secretário Waldo Alves efetuou uma visita técnica ao Colégio Estadual José Leite Lopes, que tem se destacado na execução do Projeto Nave.

De forma geral foi abordar assuntos como: formalização da parceria, o dia a dia da escola, visita ambientes escolares (laboratórios / salas de aula / etc.), descentralização dos recursos pela Seeduc/RJ,contrapartida do parceiro, relação com parceiro, etc.

Principais pontos do projeto

 Resultado da parceria público-privada da Secretaria de Estado da Educação do Rio de Janeiro (SEEDUC), com o Instituto Oi Futuro, o Nave (Núcleo Avançado em Educação) é uma escola profissionalizante de excelência em tecnologia de multimídia. A duração do curso é de três anos, em horário integral. Foi eleita pela Microsoft, em 2009, como uma das 32 unidades de ensino mais inovadoras do mundo.

A escola, com capacidade para atender até 600 jovens. A meta da nova escola é preparar jovens que, no futuro, possam ter facilidade para exercer profissões como: roteiristas, programadores, designers e gestores de TV digital, internet, celular e jogos eletrônicos.

Com esse projeto, o Oi Futuro e a Seeduc levarão a cultura digital à educação para, assim, produzir formação diferenciada e de excelência.

O Nave desenvolve metodologias de aprendizagem baseadas nas tecnologias de informação e comunicação, de forma a contribuir para a inserção dos jovens no cenário atual de evolução tecnológica. Além da formação no ensino médio, os alunos terão acesso às disciplinas necessárias para a introdução da cultura digital. No ano letivo de 2008, foram matriculados 176 alunos. Em 2009, mais 142 alunos. Atualmente a escola tem 398 alunos, já tendo formado com incontestável sucesso a sua primeira turma.

 Por meio do ensino profissionalizante, em horário integral, formar mão de obra especializada e preparada para atender as demandas de mercado da região.

Instituto Oi Futuro, o Nave (Núcleo Avançado em Educação).

 Núcleo Avançado em Educação

Imagine uma escola onde aprender anda de mãos dadas com inventar coisas novas. Uma escola onde ensinar o conteúdo caminha junto a produzir novos conhecimentos. Um lugar onde professores e estudantes se preparam juntos para um mundo cada vez mais digital e desafiador.

O Nave – Núcleo Avançado em Educação – é um programa de Ensino Médio Integrado Profissionalizante desenvolvido pelo Oi Futuro em parceria com as Secretarias de Estado de Educação do Rio de Janeiro e Pernambuco. Isso significa unir uma escola pública de ensino médio a cursos técnicos em tecnologias digitais. Cada curso técnico é desenvolvido em parceria com instituições especialistas em diferentes áreas de conhecimento, oferecendo cursos de Programação de Jogos Digitais e Roteiros para Mídias Digitais e Multimídia.

Além disso, o Nave também é um centro de pesquisa e disseminação de novos conhecimentos.

Escola Técnica Estadual Cícero Dias Oferece: Multimídia e Programação de Jogos Local: R. Marquês de Valença, 470 – Boa Viagem

Colégio Estadual José Leite Lopes Oferece: Roteiros para Mídias Sociais, Multimídia e Programação de Jogos. Local: R. Uruguai, 204 – Tijuca
Programa

As atividades do Nave são realizadas em tempo integral, sempre com a tecnologia entrelaçada com a vida escolar. Ao final de três anos, os jovens saem da escola com competência para se tornarem programadores, roteiristas, designers ou, quem sabe, outras profissões que ainda nem sequer foram imaginadas.
Para chegar lá, os estudantes do Nave são incentivados a se apropriar criticamente das principais linguagens e técnicas do universo digital. Assim, abrem caminho para se tornarem adultos criativos e autônomos e poder programar seus próprios futuros.

ENSINO MÉDIO INTEGRADO E PROFISSIONALIZANTE

Nave é uma escola profissionalizante de excelência em tecnologia de multimídia de ensino médio em tempo integral no Rio de Janeiro.

Centro de Pesquisa:
Educadores e pesquisadores  estudam os meios eletrônicos, seus conteúdos e relações com o universo escolar.

Centro de Disseminação:
Destinado a sistematização, avaliação e disseminação dos processos e metodologias do Nave para outras escolas.

Integral e Integrado:

Além do currículo regular do ensino médio, os jovens se distribuem em três cursos técnicos complementares.
Durante os três anos, eles são incentivados a trabalhar em projetos integrados, orientados pelos educadores.
Assim, experimentam na prática processos derivados da inovação tecnológica, como ideação, planejamento, apresentação de ideias em público, produção coletiva e publicação.

Pesquisa e Disseminação

O Nave também é um centro de pesquisa e disseminação de novos conhecimentos. O programa investiga e faz uso de novas metodologias educacionais que dialogam com a cultura digital e os desafios do século XXI, como novas formas de resolver problemas e estimular processos criativos. Educadores das duas escolas se reúnem em times para estudar suas próprias práticas, sistematizar o que já deu certo e replicar suas descobertas para outras escolas ou contextos educacionais.

Nave de Portas Abertas

É um evento no qual a escola abre suas portas para apresentar o seu espaço e suas metodologias; oferecer oficinas; expor os trabalhos desenvolvidos pelos alunos e discutir sobre Educação Integral com foco no Ensino Médio profissionalizante.

Decola

O Nave tem como propósito aproximar a escola do mundo do trabalho por meio de discussões sobre empreendedorismo, feira de exposição de organizações da indústria criativa e mostra de produtos digitais desenvolvidos pelos estudantes.

Oi Futuro, instituto de responsabilidade social da Oi, promove, apoia e desenvolve ações inovadoras e colaborativas para melhorar a vida das pessoas e da sociedade. Com atuação nas frentes de Educação, Cultura, Inovação Social e Esporte, o instituto acelera iniciativas que ampliam o repertório com plataformas de conteúdo, potencializam o desenvolvimento pessoal e coletivo, fomentam experimentações de inovação e estimulam conexões.

Na Educação, o Oi Futuro investe em modelos inovadores para inspirar novas formas de aprender e ensinar. O Nave forma jovens para as economias digital e criativa, com foco na produção de games, aplicativos e produtos audiovisuais. O programa, desenvolvido em parceria com as Secretarias de Estado de Educação do Rio de Janeiro e Pernambuco, oferece ensino médio integrado e profissionalizante. Além de obter formação técnica, os estudantes do Nave são incentivados a desenvolver o espírito empreendedor e a estabelecer suas primeiras conexões profissionais, por meio de projetos e eventos de integração com o mercado de inovação.

Na área de Cultura, o instituto atua como um catalisador criativo, impulsionando pessoas através da arte, estimulando a produção colaborativa e promovendo o acesso à cultura na era digital. O Oi Futuro mantém dois centros culturais no Rio de Janeiro (no Flamengo e em Ipanema), com uma programação que valoriza a produção de vanguarda e a convergência entre arte contemporânea e tecnologia, além da gestão do Museu das Telecomunicações e de sua Reserva Técnica, pioneiro no uso da interatividade no Brasil. O Instituto também realiza o Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados, que seleciona projetos em todas as regiões do país por meio de edital público.

Na Inovação Social, viabiliza projetos empreendedores inovadores que trazem propostas para solucionar desafios atuais das cidades, contribuindo para o desenvolvimento da sociedade. O Oi Futuro também aposta em projetos que fazem parte do Ecossistema Esportivo para a promoção da inclusão e a cidadania.

Secretário Waldo Alves e o diretor da escola Lydia Johnson Alcir Tavares da Silva, visitando parceria público-privada da Secretaria de Estado da Educação (SEEDUC) com o Instituto Oi Futuro, o Nave (Núcleo Avançado em Educação).

Na Educação, o Oi Futuro investe em modelos inovadores para inspirar novas formas de aprender e ensinar. O , programa desenvolvido pelo instituto em parceria com as Secretarias de Estado de Educação do Rio de Janeiro e Pernambuco, oferece ensino médio integrado e profissionalizante, formando jovens para as economias digital e criativa, com foco na produção de games, aplicativos e produtos audiovisuais. Além de obter formação técnica, os estudantes do Nave são incentivados a desenvolver o espírito empreendedor e a estabelecer suas primeiras conexões profissionais, por meio de projetos e eventos de integração com o mercado de inovação.

A área de Inovação Social do Oi Futuro viabiliza projetos empreendedores inovadores que trazem propostas para solucionar desafios atuais das cidades, contribuindo para o desenvolvimento da sociedade. Através dos seus programas, o instituto apoia projetos desenvolvidos por organizações sociais de todo o país, que visam à melhoria da qualidade de vida, a promoção da diversidade, a acessibilidade e a inclusão social.

O Oi Futuro aposta na construção de parcerias para contribuir com o desenvolvimento sustentável. No programa Oi Novos Brasis, apoia organizações sociais, tornando realidade projetos socioambientais de base comunitária. Por meio do Fundo da Infância e do Adolescente (FIA), a Oi e o Oi Futuro apoiam os conselhos de direitos no fortalecimento e efetivação da política pública de garantia de direitos infanto-juvenil. No programa Oi de Patrocínio Esportivo Incentivado, apoiam a realização de projetos esportivos e paradesportivos, que utilizam o esporte como fator de inclusão social e que promovam o acesso à atividade física como direito e bem cultural.

 


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Antônio Queiroz/Nave
Fotos: Divulgação
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Educação, Governo, Rondônia


Compartilhe