Governo de Rondônia
Quarta, 28 de julho de 2021

RECONSTRUÇÃO

Comissão de ribeirinhos desabrigados reivindica participação nas decisões de reconstrução das comunidades

15 de abril de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

5 - reuniãoUma comissão representante de famílias ribeirinhas desabrigadas pelas enchentes do Rio Madeira apresentou um documento de reivindicação com treze itens na manhã de hoje, 15, em frente ao Palácio Rio Madeira.

A comissão, composta por lideranças das comunidades de São Carlos, Itacoã, Cujubim e Cujubim Grande, Bom Será, Brasileira, Pau D’arco, Bom Jardim, Mutum, São Miguel e Remanso Grande, pede para que o movimento seja reconhecido como idôneo para apresentar as reivindicações; para acompanhar os trabalhos da Defesa Civil e dos poderes constituídos, podendo participar da discussão dos temas que envolvem a calamidade, bem como da discussão dos planos de trabalho para a reconstrução das comunidades.

Cerca de 150 pessoas estiveram presentes à manifestação, mas a comissão foi recebida no Palácio Rio Madeira pelo chefe de gabinete do Governo de Rondônia, Waldemar Albuquerque, que estava acompanhado dos secretários municipais de Planejamento e Gestão, Jorge Elarrat e de Meio Ambiente, Edjales Benício.

5 - liderança

Entre as reivindicações, as comunidades ribeirinhas querem discutir um novo modelo de habitação, que seja adaptado às áreas em que moram, como também que os terrenos sejam compatíveis para a produção e, para isso, solicitam para que o governo e a prefeitura peçam consultoria a órgãos como a Emater, para que, inclusive, emita laudos das perdas agrossilvopastoris e faça a análise dos prejuízos alcançados.

Também pedem para que sejam identificadas áreas de terra firme em caráter de urgência, com a participação das comunidades. E, em termos gerais, que tenham garantias de regularização onde forem feitos os novos assentamentos; que haja preocupação com a memória histórica das comunidades, como forma de respeito à identidade das famílias; e que haja espaços públicos para lazer, entretenimento e manifestações culturais.

Pelo governo, o chefe de gabinete Waldemar Cavalcanti, disse que os pedidos serão analisados em conjunto com a secretaria de Assistência Social e Defesa Civil, levantando os procedimentos que já foram feitos para que, posteriormente, seja dado conhecimento à comissão em nova reunião.

De acordo com o secretário municipal Edjales Benício, do Meio Ambiente, cada caso será estudado e será avaliada a possibilidade de atendimento a todas as demandas. Ele disse que as ações têm sido feitas em conjunto com o governo. Já o secretário municipal de Planejamento, Jorge Elarrat, disse que a secretaria estará à frente da reconstrução de bairros, assistência a comerciantes, ribeirinhos e produtores rurais, citando que a parceria do governo do Estado é fundamental para que se concretize essa reconstrução.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Mirian Franco - com informações Romeu Noé
Fotos: Ésio Mendes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Assistência Social, Habitação, Infraestrutura, Serviço, Sociedade


Compartilhe