Governo de Rondônia
Domingo, 13 de junho de 2021

RESULTADOS

Complexo de Cacoal realiza quinta captação de órgãos para transplantes em 2017

28 de agosto de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

Equipamento de última geração amplia sobrevida de órgão

Comprovando a estratégia do governo de Rondônia de descentralizar o atendimento da área de alta complexidade em Rondônia, com a implantação do complexo de Cacoal – formado pelo Hospital Regional de Cacoal (HRC) e unidade do Hospital de Emergência e Urgência de Rondônia (Heuro) -, a Secretaria Estadual de Saúde comemora a quinta captação de rim realizada no Heuro neste ano.

O procedimento foi realizado na primeira quinzena de agosto pela equipe de Central de Captação e Transplantes de Órgão do Hospital de Base Ary Pinheiro.  As duas máquinas de perfusão renal adquiridas recentemente pelo Governo de Rondônia foram utilizadas no procedimento, um salto de qualidade na captação de órgãos no Estado, avalia o secretário Williames Pimentel.

Ele explica que as máquinas de perfusão hipotérmicas conservam e recuperam órgãos que apresentem alterações de funcionamento ou de doador acima de 55 anos. Com o equipamento, os médicos podem atestar a viabilidade do órgão a ser transplantado, o que reduz o risco de insucesso.

Além disso, a disfunção inicial do rim transplantado deverá diminuir de 60% para 5%, mesma taxa registrada nos EUA. Por causa da disfunção inicial, 60% dos pacientes transplantados de rim precisavam fazer hemodiálise nas primeiras semanas após a cirurgia.

Com a melhor condição de atestar a viabilidade dos órgãos para transplante, esses rins devem permanecer em Rondônia, ou seja, atenderá a pacientes que esperam por doações no Estado.

Além disso, com os novos equipamentos, a Central de Captação e Transplantes pode se habilitar a receber órgãos “descartados” por outros centros transplantadores, o que contribuirá para o aumento do número de transplantes em Rondônia.

De acordo com a coordenação, o equipamento fornece perfusão constante dentro dos órgãos, aumentando a oxigenação e impedindo danos aos tecidos, possibilitando que órgãos limítrofes sejam transplantados com maiores chances de sucesso trazendo mais qualidade de vida ao paciente transplantado.

Leia mais:
 Equipamentos de última geração preservam rins por mais tempo e aumentam chances de transplantes em Rondônia
 Paciente do HB comemora vida nova ao receber transplante de rins após quatro anos de hemodiálise


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Zacarias Pena Verde
Fotos: Ítalo Ricardo
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Assistência Social, Educação, Governo, Inclusão Social, Infraestrutura, Rondônia, Saúde


Compartilhe