Governo de Rondônia
Domingo, 28 de fevereiro de 2021

Confúcio Moura participa de entrevista na Record News em São Paulo

06 de dezembro de 2013 | Governo do Estado de Rondônia

Sobre a conjuntura nacional, Confúcio Moura destacou as mudanças que o país atravessa e fez críticas à área econômica do governo federal e lamentou o baixo crescimento do Brasil. “Isso é ruim para a autoestima e gera uma certa crise de confiança nos investidores  nacionais e internacionais”, disse. Ele cita como exemplo a queda nas ações da Petrobrás.

1E1B08D6-D025-4B63-8D04-DC49ABCF3B9B_9-ENTREVISTA-RECORD_640x427_640x427

O governador enfatizou que o Brasil precisa criar um ambiente de confiança rapidamente, criar mecanismos que inspirem segurança para os investidores, principalmente para fazer um chamamento da iniciativa privada a assumir grande parte dos serviços que o estado  hoje procura fazer sozinho.

“A presidente Dilma já começou a fazer as concessões variadas como aeroportos, estradas e precisa avançar ainda mais para restabelecer a esperança que o povo brasileiro tem na economia”, destacou. Confúcio falou que o país precisa demonstrar isso na prática porque o bolso fala mais alto.

9-ENTREVISTA-RECORD-2-_640x427_640x427

Ainda sobre as concessões, o governador afirmou que o Estado não tem condições de fazer sozinho, um exemplo  disso é a crise do escoamento da produção até os portos. “Temos hoje uma situação dramática dos carreteiros para escoar um grande volume de cargas. São estradas  ruins e os governos estaduais não dão conta de manter  com suas próprias forças essas rodovias trafegáveis. Isso encarece muito o nosso produto, mesmo assim o Brasil é competitivo”.

Confúcio Moura disse ao apresentador da Record News que a infraestrutura é mesmo um gargalo, não só nas rodovias, mas também nos portos. “O porto é um atrativo fantástico, atrás dele vem um conjunto de indústrias que se agregam a ele. Um porto bem estruturado e moderno é bom para quem compra e para quem vende, e essa parte portuária brasileira precisa se adequar”

Sobre Rondônia, Confúcio destacou os investimentos que o governo federal estará investindo no Porto de Porto Velho e também destacou o volume de cargas que é exportado pelo rio Madeira. “Pelo PAC serão investidos R$ 400 milhões para serem investidos em um novo porto e mais 25 milhões para modernizar o porto antigo. E a iniciativa privada também está construindo um porto próprio para destravar o gargalo da produção de Mato Grosso, Rondônia e Amazonas”, afirmou.

O governador disse ainda que este ano foram escoados pelo porto de Porto Velho três bilhões de toneladas de cargas de soja.

A entrevista completa será exibida na próxima semana pela Record News nacional.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia


Compartilhe