Governo de Rondônia
Segunda, 17 de maio de 2021

Confúcio Moura solicita apoio do Ministério da Justiça para coibir crimes no Estado

22 de janeiro de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

Confúcio Moura afirmou que Rondônia possui uma faixa de fronteira extensa com a Bolívia, e atualmente há uma porcentagem grande de presos no Estado devido ao tráfico de drogas, por isso é necessário uma estrutura maior de fiscalização na área de fronteira que recai sobre o sistema prisional. O governador enfatizou que os indicadores da violência em Rondônia agravam-se fundamentalmente em duas regiões: o território Madeira-Mamoré (inclui os municípios de Porto Velho, Candeias do Jamari, Guajará-Mirim, Nova Mamoré e Itapuã do Oeste) e o território de Jamari (Ariquemes e mais oito municípios). Ele destacou a importância urgente para implantar Companhias Independentes e Especializadas de Fronteiras nas cidades de Guajará-Mirim, Costa Marques e Buritis. Confúcio Moura disse à ministra que sozinho não há como vencer a guerra contra os criminosos, por isso a necessidade do apoio do Ministério da Justiça nessas ações. O governador mostrou fotos de desmatamentos em áreas de proteção ambiental e garantiu que a maioria dos crimes contra o patrimônio e homicídios concentra-se em regiões de fronteira. O governador também solicitou ao Ministério da Justiça a liberação de duas mil tornozeleiras eletrônicas, equipamento utilizado para monitorar detentos do sistema prisional. A utilização das tornozeleiras em presos de justiça que têm direito a penas alternativas ou que já estão em regime semiaberto tem como objetivo desafogar o sistema penitenciário de Rondônia. Márcia Pelegrino sinalizou que o Ministério da Justiça está aberto para as tratativas no intuito de dar o apoio que for necessário ao Estado de Rondônia. Participaram também da audiência, a secretária-adjunta da Sejus-RO, Sirlene Bastos; a Superintendente da Sibra, Elizete Lionel; e o diretor Nacional de Política Penitenciária (Depen), Luiz Fabrício Neto.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia


Compartilhe