Governo de Rondônia
Sexta, 16 de abril de 2021

Confúcio reivindica crédito no Banco Central para agricultores atingidos pela enchente

14 de maio de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

2 - pedido

Em audiência nesta terça-feira (13), com diretores e técnicos do Banco Central, em Brasília, o governador de Rondônia, Confúcio Moura, reivindicou a prorrogação na linha especial de crédito de investimento para agricultores familiares, ribeirinhos e extrativistas afetados pelas enchentes do rio Madeira.

Confúcio reafirmou o status de calamidade publica no âmbito estadual em razão do desastre provocado pela enchente, e, segundo ele, o fenômeno atingiu aproximadamente 100 mil pessoas em  Rondônia, por isso faz-se necessária análises das políticas de créditos estabelecidas no Conselho Monetário Nacional (CMN), operadas pelos agentes financeiros públicos, dentre eles, linhas especiais de créditos e as renegociações das dívidas de financiamentos com amparo na lei vigente.

2 - reunião bacen

“Nós também precisamos da abertura de outras cláusulas, por exemplo, como as resoluções do Banco Central em harmonia com o Ministério da Fazenda para a criação de créditos especiais a serem concedidos a ribeirinhos e extrativistas atingidos pela enchente do rio Madeira que precisam reconstruir suas vidas”, enfatizou Confúcio.

O governador destacou que existem muitas modalidades de créditos, mas no caso de pessoas que tiveram grandes perdas e não têm o título definitivo da posse da terra, torna–se ainda difícil, por isso é necessário que se inclua esses pequenos produtores em um modelo diferenciado, como se fosse um Pronaf especial. “Todos perderam muito, então, se não houver um entendimento nacional, principalmente por órgãos de regulação de controle, como é o Banco Central, fica difícil sozinho, com as próprias forças fazer tudo de uma vez”, concluiu.

2 - reunião bacen 1

Confúcio Moura enfatizou que Banco Central tem na história muitas situações de concessões de créditos agrícolas com reduções de juros e aberturas de novos créditos por esse motivo reivindica essa demanda do Banco Central.

Participaram da audiência com o governador, a superintendente de Integração do Estado de Rondônia, em Brasília, Elizete Lionel; o diretor de Organização do Sistema Financeiro e Controle de Operações de Crédito Rural do Banco Central, Sidney Correa Marques; o gerente de regulação e Controle das Operações Rurais do Bacen, Deoclécio Pereira de Souza; a Chefe adjunta de Unidade, Maria Eunice de Oliveira; o chefe adjunto do Departamento  de Normas do Bacen, Júlio Cesar Paranatinga Carneiro; e o chefe da assessoria parlamentar do Banco Central, David Falcão.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Zozimo Macedo
Fotos: Sibra
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Economia, Inclusão Social


Compartilhe