Governo de Rondônia
Terça, 28 de janeiro de 2020

Prevenção

Governador vai a Brasília entregar Plano de Reconstrução aos ministérios

09 de junho de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

Governador com o plano intregrado (7)

O governador Confúcio Moura viajou no final da manhã desta segunda a Brasília para entregar o Plano Integrado de Reconstrução e Prevenção de Desastres do Estado aos ministérios, bancada federal e senadores. O Plano contém 54 projetos elaborados por cerca de 150 representantes do Estado, municípios e sociedade civil, visando a recuperação imediata das regiões castigadas durante a histórica cheia do Rio Madeira, que deixou milhares de famílias desabrigadas e um rastro de destruição, como parte da área central de Porto Velho, incluindo a Estrada de Ferro Madeira Mamoré.
O Plano Integrado foi apresentado na manhã desta segunda-feira pelo próprio governador, durante uma cerimônia ocorrida no Hotel Rondon, com a presença de deputados estaduais e federais, secretários e outras autoridades. “Esse Plano não tem dono. O governo terá a responsabilidade da condução dos projetos, mas todos são parceiros do trabalho que já iniciou e outros que serão colocados em prática. Não podemos ter vaidade, ciúmes um do outro, pois tudo aqui é necessário e está muito acima de qualquer tipo de outro interesse que é reconstruir o nosso Estado, ou seja, as localidades atingidas pela cheia do Madeira”, disse o governador.
A concepção do Plano foi motivada pela intensa mobilização da sociedade em prol da reconstrução do Estado, atingido em fevereiro pela maior enchente já registrada no Rio Madeira.
Para a confecção do Plano, os temas foram amplamente discutidos na Mesa Integradora, com a participação maciça de vários segmentos, privado, público e sociedade, reunidos em eixos que discutiram propostas em áreas como Assistência Social, Inclusão Social, Infraestrutura, Meio Ambiente, Saúde. As discussões iniciaram com 171 propostas apresentadas, das quais 54 apresentaram características de projeto e outras apenas ações que foram colocadas em prática de imediato.

Governador com o plano intregrado (16)O governador ressaltou que a ida a Brasília é para distribuir o Plano Integrado e com a finalidade de ser apresentado à Comissão de Orçamento do Congresso para discussão de mais recursos federais no orçamento de 2015, visando a execução dos projetos apresentados.
Além de Porto Velho, mais sete municípios foram atingidos pela cheia do Madeira: Nova-Mamoré, Guajará-Mirim (ambos ficaram isolados), Costa Marques, Rolim de Moura, Cacoal, Pimenta Bueno e Jaru.
O Plano Integrado reúne as demandas de todos os setores, nos âmbitos estadual, municipais e da sociedade civil que possam garantir a recuperação dessas localidades. Na área de infraestrutura, por exemplo, o Plano traz projetos como a construção de duas pontes de acesso a Nova Mamoré e Guajará-Mirim; recuperação de estradas vicinais, implantação de novos distritos (como o de São Carlos que praticamente foi todo destruído pela cheia). Na área de Saúde, os projetos defendidos visam a qualidade da água; barco saúde, prevenção de antropozoonozes; combate às doenças endêmicas advindas da enchente do Madeira.
Na área de inclusão social, o Plano apresenta importantes projetos que vão desde mega operação integrada a outros tais como: Minha Casa de Novo; Fundo de Aval para Micro e Pequena Empresa do Estado; Programa Estadual de Fomento e Produção Agrícola e projetos Reviver e Previne.


Fonte
Texto: Paulo Ricardo
Fotos: Ésio Mendes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Infraestrutura, Rondônia, Serviço


Compartilhe