Governo de Rondônia
Segunda, 01 de março de 2021

MUTIRÃO FISCAL

Contribuintes elogiam iniciativa do Governo de Rondônia ao parcelar dívidas de quase R$ 5 mil

05 de agosto de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

Com uma procura além da expectativa, os funcionários do estande da Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd) se desdobraram para atender aos consumidores em débito com a companhia, na busca da oportunidade de negociação e do restabelecimento do status de bom pagador e do nome limpo.

Aposentado Moacir disse que o evento é muito importante para as pessoas de baixa renda

Aposentado Moacir disse que o evento é muito importante para as pessoas de baixa renda

Foi assim com o aposentado Moacir Matos de Souza, 71, que usou da comodidade que a idade proporciona para negociar com prioridade uma dívida de R$ 365,94, parcelada em 10 vezes, tornando possível sua quitação. Seu Moacir fez questão de declarar que este é um evento muito importante para as pessoas de baixa renda, que descapitalizadas pela crise não conseguem pagar em dia suas contas.

Citando a ministra Nancy Andrighi, corregedora nacional de Justiça e patrona nacional do Mutirão de Recuperação Fiscal, pelo alcance social da iniciativa, Álvaro Mendonça, representante da Diretoria Comercial da Caerd, destacou que eventos desta natureza são muito importantes para o governo e seus órgãos, pela possibilidade da recuperação de seus créditos, essenciais para a realização de novos investimentos. Mas é, segundo ele, fundamental do ponto de vista social, pela oportunidade que dá ao consumidor de se reabilitar como cidadão.

IDARON

No estande da Agência de Defesa Agrossilvopastoril de Rondônia (Idaron), o técnico Geferson Lugtenburg era só satisfação pela oportunidade que teve de colaborar com o agricultor Welington da Costa Bispo, do Assentamento Joana D’Arc, na negociação de uma dívida de multa de R$ 4.109,78, parcelada em 24 vezes, que reabilitou seu nome junto aos órgãos de proteção ao crédito, permitindo-lhe a partir de agora voltar a negociar os animais de sua propriedade e a comprar.

Já no box de atendimento da Secretaria de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) a situação era um pouco diferente, conforme explicou o procurador do órgão, Matheus Carvalho Dantas, informando que são dívidas de multas geralmente muito altas, sobre pequenos produtores rurais, fato que requer boa vontade, cautela e uma estratégia factível para negociação.

Segundo ele, o governo tem em crédito a receber cerca de R$ 500 milhões, de multas resultantes da expedição de seis mil autos de infração, que precisam ser resgatados e devolvidos ao meio, como investimento, em forma de projetos de preservação ambiental.

O Mutirão segue até a próxima terça-feira (9), das 8h às 17h, inclusive neste sábado (6). Já no domingo será das 8h às 12h.

Leia mais:
Governador Confúcio Moura e ministra do STJ abrem Mutirão de Negociação Fiscal com casa cheia
Dívidas do IPVA lideram demanda no primeiro dia do Mutirão Fiscal em Porto Velho
Contribuinte tem oportunidade inédita para quitar débitos com o estado, diz secretário de Finanças


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Cleuber R Pereira
Fotos: Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Economia, Evento, Governo, Rondônia, Serviço


Compartilhe