Governo de Rondônia
Terça, 13 de abril de 2021

EFICIÊNCIA

Corpo de Bombeiros mostra eficiência e preparo durante combate a incêndio em Porto Velho

27 de março de 2021 | Governo do Estado de Rondônia

Bombeiros durante combate a incêndio em empresa na capital

Durante a tarde desta sexta-feira (26) a população de Porto Velho acompanhou de qualquer ponto da cidade mais um incêndio de grandes proporções que colocou à prova a eficiência dos Bombeiros Militares do Estado de Rondônia (CBM), servidores públicos do Governo de Rondônia que compõem a Secretaria de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec).

Pelas redes sociais, muitas pessoas registraram a intensidade do fogo e principalmente o volume de fumaça, que assustou pela tonalidade escura. A eficácia do trabalho dos bombeiros em situações de incêndios de alta proporção ficou uma vez mais evidente. Os militares iniciaram a ação de combate ao incêndio numa loja de pneus na confluência das avenidas Nações Unidas e Jorge Teixeira, em Porto Velho, por volta das 14h30, sendo controlado à noite.

Nessa ocasião, eles usaram a auto-escada Magirus para debelar o fogo que durou mais de duas horas. O equipamento tem 60 metros e alcança prédios de até 20 andares. Densos rolos de fumaça preta cobriram as nuvens sobre aquela área da capital. A operação de rescaldo só terminou às 19h. Na loja havia combustível e estoques de pneus.

Neste sábado (27), em consequência da reignição, as guarnições novamente estiveram no local do incêndio para realizar o resfriamento. O plano de chamada do CBM trouxe o reforço de soldados do município de Candeias do Jamari (a 18 Km de Porto Velho) para Capital. Ao todo, 50 militares se prontificaram a trabalhar e atuaram conforme operação evoluía. Apoiado pela 17ª Base Logística (17ª BaLog) subordinada à 17ª Brigada de Infantaria de Selva, o CBM executou um trabalho conjunto que também teve a colaboração da Companhia de Águas e Esgotos de Rondônia (Caerd).

Para dar conta da missão, o CBM chamou até mesmo soldados que estavam de folga. O fogo de grande intensidade não se propagou a estabelecimentos vizinhos. A 17ª BaLog enviou para o local duas viaturas (VTR) cisternas na atividade com quatro militares, que mantiveram o reabastecimento d’água nos veículos do CBM.

A Caerd forneceu aproximadamente 72 mil litros d’água para controlar as chamas. Foram feitos três reabastecimentos para cada VTR do Exército Brasileiro (12 mil litros em cada). O comandante do Corpo de Bombeiros Militar, o coronel Gilvander Gregório de Lima, que comandou toda a operação, relatou que foi utilizada, também, espuma química para o combate ao incêndio. “O trabalho dos soldados do fogo protegeu os imóveis que faziam limite com o local sinistrado. Graças ao empenho desses militares, não houve propagação, uma vez que o trabalho de resfriamento foi eficiente”, comentou.

O comandante elogiou e parabenizou os profissionais engajados no trabalho, por meio dos quais exaltou a qualidade técnica da tropa que comanda. “São bravos bombeiros!” garante.

ALERTA

A respeito do incêndio em si, o coronel Gregório fez um alerta aos estabelecimentos comerciais: “Devem se preocupar com a segurança contra incêndios e respeitar as normas de segurança. Os prejuízos em decorrência de uma política inadequada de segurança são bem maiores”, conscientiza.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Montezuma Cruz
Fotos: Ananda Carvalho/ Major BM Mário Vergotti
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Água, Empresas, Governo, Polícia, Rondônia, Segurança, Sociedade, Solidariedade


Compartilhe