Governo de Rondônia
Domingo, 07 de março de 2021

OPORTUNIDADE

Costa Marques começa o “ProJovem Trabalhador” com aula inaugural

24 de abril de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

Iniciaram em Costa Marques, na noite desta quarta-feira (23), os cursos do “ProJovem Trabalhador – Juventude Cidadã”. Ao todo, 275 jovens entre 18 e 29 anos receberão capacitação técnica para atuação no mercado de trabalho em 11 turmas distribuídas entre a sede do município e os distritos de Forte Príncipe e São Domingos.

De acordo com a gerente regional da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), Ana Cristina Bomfim, além da gratuidade dos cursos, os alunos ainda receberão durante os seis meses de aula uma bolsa mensal de R$ 100, todo o material didático, uniformes, alimentação e, se necessário, transporte.

Alunos do ProJovem Trabalhador em São Domingos

Ela explica ainda que os cursos foram desenvolvidos pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e têm certificação do Ministério da Educação (MEC), com validade em todo o território nacional, podendo atuar em diversas áreas do mercado de trabalho.

“Na verdade, o ‘ProJovem Trabalhador’ é o resultado de um grande esforço e parceria entre o Governo Federal, o Governo Estadual e os Municípios. O Governo Federal fornece os cursos e parte dos custos, o Governo do Estado executa a gestão e o acompanhamento além de uma contrapartida financeira e os municípios entram com a divulgação, as inscrições, o local das aulas e acompanhamento do projeto”, ressalta a gerente regional da Seas no Vale do Guaporé.

Durante a cerimônia de entrega das apostilas, o prefeito de Costa Marques, Francisco Gonçalves Neto, destacou o empenho de todos os servidores técnicos para implantar o programa no município. “A gente tem que agradecer ao Governo do Estado e aos funcionários que se desdobraram para trazer e fazer acontecer esses cursos em nossa cidade. O resultado foi tão positivo e a adesão tão grande que existe uma lista de espera com mais de 50 nomes querendo uma vaga”, disse o prefeito.

Aluna recebendo apostila do ProJovem Trabalhador em São Domingos

2000 jovens capacitados

O “Projovem Trabalhador – Juventude Cidadã” é a unificação das seguintes ações: Consórcio Social da Juventude, Empreendedorismo Juvenil, Juventude Cidadã e Escola de Fábrica. Ele tem como principais objetivos a preparação e a inserção de jovens no mercado de trabalho e para ocupações alternativas geradoras de renda.

Podem participar jovens desempregados com idades entre 18 e 29 anos, que sejam membros de famílias com renda per capta de até um salário mínimo e que não tenham feito outro curso do mesmo programa anteriormente. Existe ainda um compromisso de inserir, pelo menos, 30% dos alunos no mercado formal de trabalho ao término dos cursos.

Para Rondônia foram destinadas 2000 vagas em 12 municípios do Estado, com um investimento superior a R$ 3,7 milhões e uma contrapartida de R$ 485 mil do Governo do Estado. Na região do Vale do Guaporé, além de Costa Marques os municípios de São Miguel e São Francisco do Guaporé foram contemplados ao todo com 500 vagas nas áreas Administrativa, de Saúde, Beleza & e Estética, Construção & Reparos, Madeira & Móveis, Agroextrativismo, Piscicultura, Telemática, Alimentação e Turismo.

Para mais informações sobre os programas vinculados à marca “ProJovem”, basta acessar a página do Ministério do Trabalho e Emprego na internet: http://projovemtrabalhador.mte.gov.br/

Planejando o Futuro

Orlando Marques de Oliveira Neto tem 21 anos e está cursando o primeiro ano do Ensino Médio. Ele relata que ficou sabendo do “ProJovem Trabalhador” em Costa Marques por intermédio de uma tia que o incentivou a fazer a inscrição.

Orlando destaca que o principal fator de interesse pelo curso é a oportunidade de conseguir um emprego formal que possibilite um crescimento profissional. “Na verdade, eu nunca trabalhei com a segurança de uma Carteira de Trabalho assinada, não tinha renda fixa fazendo bicos como músico, tocando cavaquinho. Por isso eu escolhi a área Administrativa, que oferece muitas possibilidades de trabalho, todas as empresas precisam de um setor administrativo e acho que eu vou estar capacitado para trabalhar”, explica o jovem.

O pai de Orlando trabalha como motorista na Polícia Civil e a mãe é cozinheira na Unidade de Saúde do município. Segundo o rapaz, o exemplo de casa, do esforço dos pais, é uma grande motivação para se dedicar ao curso e estar dentro dos 30% dos alunos com emprego formal ao término do curso.

Prefeito de Costa Marques Francisco Gonçalves Neto

Prefeito de Costa Marques Francisco Gonçalves Neto

Já Alysson Pereira, 18 anos, aluno do segundo ano do Ensino Médio diz que ficou sabendo do “ProJovem” graças a uma amiga que o avisou das inscrições. Ele escolheu o curso da área da Saúde. “Eu tenho uma prima que é biomédica e meu pai trabalha já há muito tempo como técnico de laboratório e sempre me interessei por essa área. Acho que vou me dar muito bem profissionalmente”, diz o rapaz.

Alysson destaca ainda que vem de uma família grande, embora sua mãe seja falecida. Ele tem outros cinco irmãos e desde cedo teve que ajudar em casa. “Já trabalhei em mercadinho e já trabalhei com cobranças, mas, nenhum deles dá um futuro para a gente, nenhum oferece a oportunidade de crescer que esse curso do ‘ProJovem’ vai me dar. Tendo essa qualificação espero também conseguir um emprego em um laboratório e no futuro fazer uma faculdade na área”, finaliza Alysson.

O objetivo de Edjane Nery Moura é ser tatuadora profissional. Aos 20 anos, já tendo completado o Ensino Médio, ela conta que teve certeza de que queria fazer o curso da área de Saúde do “ProJovem Trabalhador” em Costa Marques, porque, segundo ela, é o primeiro passo rumo à carreira de tatuadora.

Edjane começou a trabalhar numa sorveteria e seu último emprego foi como secretária de escritório. Ela conta que está muito animada para começar as aulas e que já planeja ir para São Paulo, na cidade de Mogi-Mirim, fazer um curso de Desenho Profissional, onde já sabe até em qual escola irá estudar. “Eu sempre gostei de desenhar e de ouvir rock e a tatuagem está muito ligada às duas coisas, então, desde criança eu quero ser tatuadora. Já tenho planejado o meu futuro nessa área. Por isso é tão importante fazer esse curso de Saúde, porque eu quero ser uma excelente profissional e eu vou poder trabalhar na área para me manter em São Paulo quando for fazer meu curso de Tatuagem”, ressalta a jovem.

Ela conclui dizendo que sempre teve o exemplo de trabalho em casa, seus pais são pescadores artesanais, o irmão mais velho é do Exército e o mais novo trabalha na iniciativa privada. “Tenho meu objetivo de vida e esta oportunidade vai me ajudar a realizar meu sonho. Espero aprender bastante e que eu possa pôr em prática todo esse conhecimento que vou receber”, finaliza Edjane Nery Moura.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Luiz Augusto Rocha - Assessoria Regional de São Francisco
Fotos: Luiz Augusto Rocha
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Educação, Governo, Serviço, Sociedade


Compartilhe