Governo de Rondônia
Terça, 18 de maio de 2021

Cresce movimentação de cargas no porto público estadual

18 de fevereiro de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

Para atender o grande fluxo de produtos movimentados pelos 16 empresas que operam no terminal portuário estadual, a  Sociedade de Portos e Hidrovias do Estado de Rondônia (SOPH), que administra o porto, construiu uma rampa provisória para embarque e desembarque de carga geral, como verdura, fruta, óleo e açúcar.

 

COMBUSTÍVEL

Para que nem Rondônia, nem o Acre sofram com a falta de combustível, a SOPH atendeu a solicitação da Petrobrás para realizar a operação de transferência do produto de balsas tanques para caminhões tanques e vice-versa.

Estima-se um volume diário de duas mil toneladas de granel líquido: óleo combustível, diesel, gasolina e álcool.

A Petrobrás já iniciou a construção de infraestrutura de tubulações e deve começar a operar já nesta terça-feira, 18.

Tal ação irá garantir que não falte combustível para abastecer veículos, óleo combustível para atender às necessidades das termoelétricas e querosene para a aviação nos estados de Rondônia e Acre.

CAIS

Como essa é a primeira vez que o Porto trabalha com este cenário, por questões de segurança, apenas as atividades no cais flutuante foram reduzidas até que haja um recuo no nível do Rio Madeira.

No entanto, as operações de carga geral (açúcar, óleo, hortifrutigranjeiros), que antes aconteciam no cais, foram transferidas para outro terminal de atracação (Rampas Ro-RO).

“O porto não pode deixar de atender a população dos estados de Rondônia, Acre e Amazonas. Não paralisamos nossas atividades e vamos continuar operando, sempre obedecendo às questões de segurança e fazendo o nosso papel para que a economia da região não entre em colapso”, afirmou o diretor de Operações e Fiscalização da SOPH, Edinaldo Gonçalves Cardoso, o Caíco.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Governo, Rondônia


Compartilhe