Governo de Rondônia
Quinta, 24 de junho de 2021

PRODUÇÃO RURAL

Cresce o interesse pela produção de ovos em Cacoal

05 de maio de 2017 | Governo do Estado de Rondônia

Produtores de ovos de Cacoal reuniram-se nesta quinta-feira (4) com representantes de diversos órgãos públicos, como Seagri, Idaron, Emater, Sepog, Semagri e representantes do Ministério da Agricultura, com o objetivo de discutir e fortalecer a produção de ovos, atividade que vem se destacando entre os produtores rurais do município. Devido ao crescimento acelerado, os produtores se uniram aos órgãos públicos e planejam a implantação de um entreposto de ovos em Cacoal. A unidade de beneficiamento é necessária para certificar a qualidade, permitindo assim a expansão do comércio.

“É preciso cumprir uma série de critérios, pois a produção precisa seguir um padrão de qualidade desde o cadastro da granja junto aos órgãos de fiscalização até a saúde animal”, enfatizou o representante do Mapa, Valter Lins.

Pesquisa feita pela Unidade Avançada de Planejamento e Gestão Regional de Cacoal, no início de março, aponta que a produção chega a 71.820 ovos por dia. São quase 90 mil galinhas destinadas à produção de ovos. Ao todo, mais de 50 pessoas, entre produtores rurais e funcionários, estão trabalhando com a produção de ovos em Cacoal, com destaque para os produtores das Linhas 01, 03, 05 e 10.

Após a reunião em Cacoal, representantes dos órgãos públicos e produtores rurais seguiram para Vilhena, onde nesta sexta-feira (5) visitam o entreposto que já está em funcionamento, seguindo o modelo para que uma unidade de beneficiamento seja instalada em Cacoal.

O secretário regional de Governo, Charles Pereira, explicou que o estado quer identificar as potencialidades de cada região com o objetivo de integrar os produtores para que se organizem para o fomento da produção. O secretário confirmou o compromisso assumido pelo governador Confúcio Moura com os produtores de Cacoal, que é o entreposto. “Um entreposto de ovos custa em média R$ 500 mil. Para cada produtor fazer fica caro e é por isso que o governo quer implantar um entreposto de ovos em Cacoal, através de uma associação de produtores, pois esta atividade tem ganhado cada vez mais destaque nesta região”, disse.

A união dos diversos órgãos do poder público mostra a atenção que a produção rural tem em Rondônia. Em um seminário realizado em março, em Cacoal, o gerente da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril (Idaron) enfatizou que 80% do que Rondônia exporta sai do campo, e por isso cada órgão tem sua função. A Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog) incentiva; a Secretaria da Agricultura (Seagri) fomenta; a Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) cuida da extensão rural; e a Idaron é responsável pela sanidade dos produtos que chegam à mesa dos consumidores.

O produtor Júlio Turini enfatizou o compromisso de todos para alavancar a produção em Cacoal. “Estou há oito anos neste ramo, e temos avançado. O entreposto é algo extremamente necessário para que possamos expandir nossa atividade, pois é um local necessário para a classificação, higienização e seleção dos ovos. Precisamos deste entreposto para termos condições de comercializar nossa produção em outros municípios”, destacou Turini, cuja produção supera seis mil ovos por dia.

Entre todos os produtores cacoalenses que têm se destacado e já servem como referência aos demais, está Edisson Causs. Em sua propriedade, localizada na Linha 10, a produção chega a 36 mil ovos por dia. “Estamos animados, pois o governo tem se colocado ao nosso lado, nos apoiando nesta atividade. Recentemente foi oferecido um seminário sobre a produção de ovos, e hoje estamos debatendo sobre a implantação do entreposto”, citou.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Giliane Perin
Fotos: Giliane Perin
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Economia, Governo, Rondônia


Compartilhe