Governo de Rondônia
Sábado, 12 de junho de 2021

CAPACITAÇÃO

Curso de qualificação de Auditoria e Ouvidoria em Rondônia busca melhoria do atendimento aos usuários do SUS

16 de novembro de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

A 2ª etapa do Curso Nacional de Qualificação de Auditorias e Ouvidorias do Sistema Único de Saúde (SUS), correspondente aos estudos da unidade de aprendizagem 2, foi encerrada na sexta-feira (13) em Porto Velho. O evento teve a parceria do Departamento Geral de Ouvidorias do SUS do Ministério da Saúde, o Departamento Nacional de Auditorias do SUS, a Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) e a Universidade Federal de Rondônia (Unir).

Evento do Ministério da Saúde discutiu melhorias por meio da Ouvidoria e Auditoria

Evento do Ministério da Saúde discutiu melhorias por meio da Ouvidoria e Auditoria

Para o facilitador do módulo de Ouvidoria da Fiocruz, administrador hospitalar Emiliano Delgado Neto, o curso conseguiu atingir seus objetivos. Segundo ele, houve transformação no conceito de Ouvidoria, que antes era tida como mero instrumento de gestão, e passou a evoluir para um conceito de participação popular, de exercício de cidadania, de controle social da administração pública e da aplicação correta dos recursos públicos.

“Foi perceptível essa mudança no decorrer do curso no que diz respeito à Ouvidoria da Saúde. A entrega dos participantes foi total. Explanamos sobre a necessidade de os municípios terem um canal onde o cidadão tenha voz junto à administração pública e seus gestores, para que eles saibam identificar onde estão os maiores gargalos de sua gestão, através da demanda realizada pelo próprio cidadão”, ressaltou Neto.

A  facilitadora do módulo de Auditoria, Mirlene Moraes de Souza, que também é gerente de Controle, Avaliação e Auditoria da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), disse que a metodologia aliada às experiências dos participantes foi muito proveitosa. Segundo ela, houve resposta além do esperado, mesmo tendo diferenças de conhecimento entre alguns das esferas de governo. “ Acredito que quem participou do curso foram técnicos que se identificaram com a auditoria, e estão indo com o compromisso de implantar outros e aprimorar onde o serviço já funciona”, pontuou.

O técnico do Ministério da Saúde, Rafael Vulpi Caliari, que já acompanhou a aplicação do curso em João Pessoa (PB) e em Natal (RN), explicou que o Ministério da Saúde  incentiva a política de educação permanente em Auditorias e Ouvidorias do SUS. “O MS acompanha o curso e vivencia a realidade de cada estado, apoiando a execução e a realização dos trabalhos, visando à aproximação dos municípios na implantação das Ouvidorias e Auditorias do SUS”, afirmou.

A pedagoga Karenyne Morgana, do município de Rolim de Moura, que participou do módulo Ouvidoria, disse que o curso contribuiu para o conhecimento da prática profissional e de organização do trabalho de forma abrangente. “Estou satisfeita com a capacitação, pois através do aprendizado abriu-se um caminho norteador para atender às demandas e à implantação do serviço de forma técnica e humanizada”, argumentou.

Na avaliação do enfermeiro Anderson Ricardo Andrade, que é membro da Gerência de Controle, Avaliação e Auditoria da Sesau, e participou do Módulo Auditoria, o curso foi excepcional, pois incrementou mais conhecimento, contribuindo para a realização do serviço com a eficácia. “A metodologia que foi utilizada deu subsídio para correlacionar a teoria com a prática em Auditoria, de maneira que quem será o maior beneficiado será o usuário do SUS”, ponderou.

Servidores fizeram avaliação positiva do curso

Servidores fizeram avaliação positiva do curso

Para o ouvidor-geral do Estado, Vicente Moura, foi muito importante a realização desse curso em Rondônia, uma vez que visa à melhoria das ações de saúde, no que tange ao controle social da aplicação dos serviços, na avaliação dos recursos quanto à classificação das despesas que é feita pelos controles internos através da Auditoria.

“Através do serviço de  Auditoria, pode-se evitar que os recurso destinados à melhoria na saúde se percam nos processos burocráticos, nos superfaturamentos e nos desvios de finalidades, fazendo com que os recursos cheguem aos pacientes. A Ouvidoria é o instrumento de controle social que dá subsídio à tomada de decisões, ao aprimoramento dos procedimentos para que os serviços cheguem em quantidade e qualidade ao cidadão”, reforçou.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Bosco Cardoso
Fotos: Bosco Cardoso
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Capacitação, Cursos, Governo, Rondônia, Saúde, Servidores


Compartilhe