Governo de Rondônia
Sábado, 22 de setembro de 2018

GESTÃO PÚBLICA

Daniel Pereira assume governo de Rondônia e garante que dará continuidade as ações estratégicas

06 de abril de 2018 | Governo do Estado de Rondônia

Governador Daniel Pereira garante que dará continuidade ao legado deixado por Confúcio Moura

‘‘Esse é um dos governos mais bem avaliado do Brasil e vamos continuar o compromisso assumido em 2015 nas ruas e conquistado em 2016 nas urnas porque estamos no rumo certo. O governador Confúcio Moura trouxe o barco chamado Rondônia até aqui, e é um projeto coletivo que prosseguirá’’, garante Daniel Pereira que na tarde desta sexta-feira (6) tomou posse do governo de Rondônia em solenidade realizada no auditório Jerônimo Santana, no Palácio Rio Madeira.

Daniel terá oito meses pela frente, data do fim da atual gestão, para trabalhar as ações estratégicas de continuidade do governo. ‘‘É tempo suficiente para terminar esse ciclo iniciado pelo governador Confúcio Moura. Seria pouco tempo se fossemos um novo governo, o que nós temos é um trabalho que foi planejado em 2011, executado no primeiro ciclo até 2014 e renovado, agora compete a mim levar esse legado até o dia 31 de dezembro’’, afirma o governador.

Juntos, Confúcio e Daniel ao lado de toda equipe técnica levaram Rondônia a ter uma das poucas economias crescente do país. Mesmo com os contratempos na economia nacional, Rondônia não teve nenhum ano de crescimento negativo do Produto Interno Bruto (PIB). ‘‘Temos esse prazer de ser o Estado a ter a maior parte de suas metas cumpridas, muitas nem estavam no planejamento inicial. Avançamos em muitas áreas. Nós conseguimos implantar, por exemplo, o transplante rins e córnea, há uns cinco, seis anos, mal o Estado dava conta de tratar malária. O governador deixa um legado fantástico e nós vamos continuar trabalhando’’, garante Daniel.

Ele ainda lembrou dos feitos de outros ex-governadores de Rondônia. ‘‘O governador Piana tirou Rondônia da escuridão. O nosso governador Raupp deixou para Rondônia o Porto Público, único alfandegado do Norte do Brasil e é hoje entrada e saída de mercadorias do mundo para Rondônia e de Rondônia para o mundo. Nosso querido Bianco, entre outros feitos, implantou a Idaron e hoje Rondônia é um dos maiores produtores de carne do Brasil. Cahula e Cassol fizeram muitas estradas’’, afirma.

A Confúcio Moura que deixou o governo para concorrer a novo cargo político, o agora governador Daniel Pereira fez uma homenagem especial. ‘‘O governador Confúcio Moura deixa um legado que outros tentarão imitar, mas eu duvido que consiga fazer tanto. Ele nos ensinou a distribuir calcário, a produzir peixe, nos ajudou a ser o grande produtor de café e nos mostrou que o barco pode navegar atendendo ribeirinhos brasileiros e bolivianos’’, disse Daniel reforçado a admiração e gratidão a Confúcio.

 

Cerimônia contou com a presença de secretários, senadores, deputados e representantes do Tribunal de Contas e Justiça

 

Ao assumir o mais alto cargo executivo do Estado, Daniel fez o compromisso de trabalhar para manter Rondônia na rota do crescimento. ‘‘Me sinto neste momento como um capitão de um barco que precisa que cada um dos seus tripulantes faça a sua parte. Se essa missão à frente do governo fosse me dada no início de 2015, me assustaria mais do que hoje, mas agora com os ensinamentos que tive do próprio governador Confúcio Moura e dessa equipe qualificada, eu acredito que conseguirei cumprir essa missão’’, avalia.

BIOGRAFIA

Daniel Pereira é natural de Luiziana, no Paraná. É casado com a enfermeira Ester Lacerda e pai de três filhos. Foi professor do Ex-Território Federal do Estado de Rondônia, contratado em 1981. É bacharel em Direito pela Universidade Luterana do Brasil em Porto Velho (Ulbra); especialista em Direito Processual e Material do Trabalho pela Universidade Anhanguera (Uniderp) e também em Direito Processual Civil pela Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul).

Também tem uma trajetória como sindicalista. Foi secretário geral da Associação Cerejeirense de Professores – ACP (1987/1989); membro da comissão que defendeu o manifesto de fundação do Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado de Rondônia – Sintero (1989); diretor estadual dos servidores do ex-Território do Sintero (1993/1994); secretario jurídico do Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia – Sindsef (2005/2007); secretário de Finanças do Sindsef (2008/2011) e presidente reeleito do Sindsef (2011/2017).

Na política, Daniel foi vereador no município de Cerejeiras, legislatura 1989/1992, pelo Partido dos Trabalhadores – PT; deputado estadual em Rondônia, Legislatura 1995/1999, pelo PT; deputado estadual em Rondônia, Legislatura 1999/2003, pelo PT; Primeiro Suplente de deputado federal pelo Estado de Rondônia, legislatura 2003/2007, pelo PT; terceiro suplente de deputado estadual em Rondônia, legislatura 2007/2011, pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) e vice-governador pelo PSB, eleição de 2014, composição com PMDB.

Leia mais:

Confúcio deixa o cargo otimista e diz que ninguém segura o crescimento de Rondônia

 

Veja galeria de fotos


Fonte
Texto: Vanessa Moura
Fotos: Ésio Mendes/ Daiane Mendonça
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Brasil, Economia, Evento, Governo, Municípios, Rondônia, Servidores, Sociedade


Compartilhe