Governo de Rondônia
Sábado, 15 de maio de 2021

SEGURANÇA PÚBLICA

Depen sinaliza investimentos ao sistema penitenciário de Rondônia.

12 de fevereiro de 2015 | Governo do Estado de Rondônia

Secretário Marcos Rocha em reunião no Depen

Secretário Marcos Rocha em reunião no Depen

Com o objetivo captar de recursos do governo federal para serem investido no sistema prisional de Rondônia, o secretário de Estado de Justiça (Sejus), Marcos Rocha, reuniu-se na quarta-feira (11), em Brasília com o diretor geral do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Renato Campos Pinto De Vitto.

Marcos Rocha falou dos novos projetos e propostas de ressocialização que podem ser implementados em Rondônia, apresentou números do sistema penitenciário do Estado, falou de parcerias e questionou a possibilidades de construção de novas unidades prisionais e reformas em cadeias públicas em Rondônia com recursos da União.

Renato De Vitto afirmou que não há outra saída, a não ser a união de esforços entre os governos estadual e federal. “Temos que trabalhar alinhados e aprofundar as relações União-Estado”, destacou. Segundo ele, Rondônia é um foco de preocupação do governo federal e já houve conversas preliminares com o governador Confúcio Moura, que demonstrou interesse em melhorar o sistema prisional no Estado.

O secretário da Sejus afirmou que o diálogo com o diretor geral do Depen foi bem abrangente. Segundo ele, com o levantamento feito, partindo do conhecimento do que sistema tem a oferecer, o Depen propôs a Rondônia ser o Estado pioneiro em ações que venham facilitar parte da execução penal. “Eu tenho certeza que com essa parceria, nós estaremos aperfeiçoando o sistema de Rondônia e fazendo com que realmente possamos melhorar a ressocialização, e todo o trabalho de segurança, atendendo aos agentes penitenciários, apenados, seus familiares e a comunidade como um todo”, Disse Rocha.

O procurador de Justiça do Ministério Público Estadual (MP-RO), Carlos Grott destacou que a parceria do Ministério Público juntamente com a Sejus-RO, repercutiu de forma positiva no Depen. “É necessário esse diálogo, essa comunhão de esforços que visa o bem estar social e o cumprimento da lei de execução penal que é o objetivo de todos nós”, explicou Grott.

A audiência contou também com a presença da diretora nacional de políticas penitenciárias do Depen, Valdirene Daufemback.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Zózimo Macêdo
Fotos: Zózimo Macêdo
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Segurança


Compartilhe