Governo de Rondônia
Quarta, 27 de maio de 2020

PORTARIA

Detran de Rondônia autoriza retorno de forma gradual dos serviços de terceirizadas

30 de abril de 2020 | Governo do Estado de Rondônia

Coronel Neil Gonzaga, explica que o retorno gradual de alguns serviços terceirizados terão que seguir regras

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) Rondônia começa a autorizar o retorno de forma gradual, mediante liberação sistêmica, a partir desta quinta-feira (30) para alguns serviços no âmbito de competência da Diretoria Técnica de Habilitação e Medicina de Trânsito (Dthmet), conforme Portaria nº 485, publicada no Diário Oficial no dia 29 de abril de 2020.

O novo documento altera a Portaria nº 446, de 06 de abril de 2020, que trata de atendimento presencial ao público nas unidades do Detran Rondônia, bem como nas empresas que prestam serviços terceirizados à autarquia.

O diretor geral do Detran Rondônia, coronel Neil Aldrin Faria Gonzaga, explica que a autorização do retorno gradual de alguns serviços prestados por empresas terceirizadas, atende a necessidade do serviço para os empresários e para a sociedade, mas a liberação tem regras a serem seguidas que vão garantir todos os cuidados necessários para evitar a contaminação e propagação da Covid-19.

“O Detran Rondônia entende a importância dos serviços prestados pelas empresas terceirizadas à sociedade, mas garantir medidas que garantam regras de proteção à saúde, conforme determina o Decreto nº 24.979 de 26 de abril de 2020, é obrigação de todas as instituições públicas, privadas e da sociedade em geral”, afirmou coronel Gonzaga.

O diretor Técnico de Habilitação e Medicina de Trânsito (Dthmet), Hassan Mohamad Hijazi, explica que a nova Portaria estabelece regras que devem ser seguidas pelos Centros de Formação de Condutores (CFC`s), autoescolas, sistema “S” e demais instituições e entidades de ensino, bem como as clínicas médicas e psicológicas credenciadas pelo Detran Rondônia. “As regras são diferentes dependendo das normativas de cada município”, ressaltou Hassan Hijazi.

Os municípios onde já foi autorizado o retorno da atividade terá atendimento presencial, respeitando as normas que consideram a quantidade de pessoas por turma, no caso das instituições de ensino e no que se refere ao atendimento de clínicas médicas e atendimento biométrico e serão feitos por meio de agendamentos. E, nos municípios onde ainda não foi autorizado o retorno dessas atividades, ser!ao realizadas somente aulas on-line para cursos teóricos por meio de uma plataforma para as instituições de ensino.

Segundo Hassan Hijazi, a Coordenadoria de Tecnologia da Informação (CTI) do Detran Rondônia está criando um sistema que estará disponível na página da autarquia na primeira semana de maio, onde o usuário poderá acessar para fazer o agendamento dos serviços de biometria e captura de imagens e exames nas clinicas médicas e psicológicas credenciadas pelo Detran Rondônia.

Os cursos teóricos presenciais deverão conter no máximo cinco pessoas em sala de aula, sendo quatro candidatos (alunos) e um instrutor, observando a distância mínima entre as cadeiras de dois metros. Para o curso teórico, acima de quatro candidatos (alunos) o Detran Rondônia poderá disponibilizar plataforma de curso on-line, com aulas ao vivo, caso ocorra normatização pelo Departamento Nacional de Transporte (Denatran). Além de todas as regras de cuidado com a limpeza do local, obrigatoriedade de uso de máscara pelos alunos e profissionais da instituição. Todas as informações constam na Portaria nº 485.

 

Leia Mais:

 Novo decreto anuncia retorno gradual das atividades comerciais, educacionais e de prestação de serviços em Rondônia

 Detran Rondônia trabalha nas barreiras de vigilância sanitária realizadas no Estado para combate ao coronavírus

 Detran Rondônia fica entre as quatro melhores notas do país


Fonte
Texto: Eleni Caetano
Fotos: Eleni Caetano e Arquivo Secom
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Distritos, Economia, Educação, Empresas, Governo, Justiça, Legislação, Municípios, Polícia, Rondônia, Saúde, Segurança, Serviço, Servidores, Sociedade, Trânsito, Transporte


Compartilhe