Governo de Rondônia
Segunda, 06 de julho de 2020

PROJETO DETRAN

Detran Rondônia lança projeto “Duas Rodas, Uma só Vida” em Porto Velho com foco nos motociclistas

10 de dezembro de 2019 | Governo do Estado de Rondônia

Projeto “Duas Rodas, Uma só Vida” específico para motociclistas

O número de acidentes de trânsito envolvendo motocicletas no Estado é considerado alto. Para alertar a população sobre essa problemática, o governo de Rondônia, por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), lançou na terça-feira (10) o projeto “Duas Rodas, Uma só Vida”, que será desenvolvido pela Diretoria Técnica de Fiscalização a Ações de Trânsito (Dtfat).

De acordo com estatísticas, de Janeiro a outubro deste ano, deram entrada no Hospital e Pronto Socorro João Paulo II 3.456 motociclistas que sofreram acidentes de trânsito. Diante do alto número, o diretor geral do Detran, coronel Neil Aldrin Faria Gonzaga, disse que o projeto consiste na orientação e conscientização específica para os condutores de motocicleta.  “O número de pessoas acidentadas no trânsito, que utilizam motocicleta, é muito grande, mais de 80% dos acidentes são causados por falha humana”, disse o coronel Gonzaga.

Mais de 50% da frota de Rondônia é composta de motocicleta, em 2018 foram registrados 8.887 acidentes com vítimas não fatais no Estado, sendo que das 394 pessoas que perderam a vida no trânsito, no mesmo período, 192 eram motociclistas. Diante dos dados estatísticos, o Detran Rondônia resolveu desenvolver uma ação educativa específica para esse público.

 

“O trânsito é comportamento, o usuário tem que ter tranquilidade, não fazer ultrapassagem indevida, respeitar a legislação de trânsito, só assim teremos um trânsito seguro para todos”, afirmou Neil Gonzaga.

 

O diretor técnico de Fiscalização e Ações de Trânsito (Dtfat), Welton Roney Nunes Ribeiro, explicou que o projeto “Duas Rodas, Uma só Vida” consiste em orientar e conscientizar o condutor de motocicleta como deve agir na via, a chamada direção defensiva. “O condutor da motocicleta é abordado na fiscalização e convidado para assistir um vídeo de cinco minutos que mostram vários acidentes de trânsito e como poderiam ser evitados, é uma forma de impactar o cidadão, pois aquele fato pode ocorrer com qualquer pessoa que faz uso da motocicleta se não fizer a coisa certa no trânsito”, disse Welton Roney.

Motociclistas são orientados e conscientizados sobre a importância da direção defensiva

Na manhã da terça-feira, na Avenida Migrantes com Rio Madeira, nas imediações do Colégio Tiradentes, em Porto Velho, foram abordados cerca de 200 condutores de motocicletas que receberam orientação e assistiram ao vídeo, ao final de cada sessão os motociclistas elogiavam a iniciativa do Detran em desenvolver uma ação específica para eles no trânsito, visando à direção defensiva e, consequentemente, à redução de acidentes e mortes no trânsito.

A motociclista Liliane Ferreira Carvalho de Brito, de 28 anos, reside na Vila São João, do outro lado da ponte do Rio Madeira, contou que já sofreu cinco acidentes de motocicleta, em todas às vezes sofreu escoriações pelo corpo. No último acidente que sofreu o carona quebrou a clavícula e foi internado no Hospital e Pronto Socorro João Paulo II, além de ficar vários dias internado, ainda ficou vários meses sem conseguir trabalhar. Liliane disse ainda que, apesar de ter sofrido cinco acidentes de trânsito, o seu anjo da guarda é forte, mas ressaltou a importância de transitar pelas vias de forma segura.

O mototaxista Edio Wilson Júnior, 30 anos, também disse que já sofreu dois acidentes de trânsito. Como trabalha no transporte de pessoas é muito comum, durante o trabalho, presenciar acidentes envolvendo motociclistas.

Enquanto os condutores estavam assistindo ao vídeo, os agentes de trânsito do Detran faziam a vistoria nas motocicletas e ao final o condutor era orientado a fazer as correções para deixar o veículo em condições de uso, conforme prevê a legislação e também a pagar o licenciamento do veículo, se este estivesse irregular. O diretor de Fiscalização, Welton Roney, disse que o veículo deve passar por revisão periódica para garantir segurança no trânsito.

Nos dados Estatísticos da Coordenadoria de Registro Nacional de Acidentes e Estatísticas de Trânsito (Renaest) do Detran de 2018 consta uma frota de 970.499 veículos, sendo que 507.597 são motocicletas, que representa 52,3% da frota.

Porto Velho tem 273.276 veículos, sendo que 38,8%, que representa 106.133, são motocicletas (86.612 – 31,7% motocicleta e 19.521 – 7,1% motoneta).

As maiores causas de acidentes envolvendo motociclistas são colisão frontal e lateral, cerca de 80% dos acidentes de forma geral são causados por falha humana. Em 2018 foram registrados 8.887 acidentes de trânsito envolvendo motociclistas em Rondônia, dos quais 192 pessoas perderam a vida em acidentes de trânsito.

VEJA A GALERIA DE FOTOS AQUI

Leia mais:

“Duas Rodas, Uma só Vida”: Detran Rondônia lança projeto direcionado aos motociclistas

Blitz educativa do Detran Rondônia tem adesão da sociedade

Detran Rondônia informa que Placa de Identificação Veicular passou a valer no Estado


Fonte
Texto: Eleni Caetano
Fotos: Ivi Fideles
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Distritos, Economia, Educação, Empresas, Governo, Justiça, Legislação, Municípios, Polícia, Rondônia, Saúde, Segurança, Serviço, Servidores, Sociedade, Trânsito, Transporte


Compartilhe