Governo de Rondônia
Sábado, 27 de fevereiro de 2021

ECONOMIA

Dez municípios concentram mais de 70% do Produto Interno Bruto de Rondônia

15 de dezembro de 2016 | Governo do Estado de Rondônia

Vilhena sediará o evento

Vilhena está entre os municípios que concentram maior parte do PIB rondoniense

Dez municípios de Rondônia concentraram mais de 74% do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado em 2014, de acordo com dados da Gerência do Observatório (GOB), da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog), em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na lista estão inseridos Porto Velho com mais de 37% de participação, seguido de Ji-Paraná, Vilhena, Ariquemes, Cacoal, Jaru, Rolim de Moura, Pimenta Bueno, Guajará-Mirim e Ouro Preto do Oeste.

Em divulgação realizada no final do último mês, o PIB estadual de 2014 foi da ordem de R$ 34,030 bilhões, apresentando crescimento de 9,35% em relação a 2013. Segundo informações da gerência, embora a crise político-econômica estivesse abalando o Brasil, o PIB de Rondônia (índice que mede todas as riquezas do País) cresceu 3,7%, mostrando uma taxa bem superior à média nacional que ficou em 0,5%.

No ano de 2014, o valor adicionado das atividades no Estado, envolvendo montantes aplicados na agropecuária, na indústria e nos serviços somaram o valor de R$ 30,376 bilhões de reais. O cálculo do PIB dos Municípios baseia-se na distribuição, pelos municípios, desse valor adicionado bruto, a preços básicos, em valores correntes das atividades econômicas, obtidos pelas Contas Regionais do Brasil.

De acordo com o ranking do Produto Interno Bruto, não houve mudança de postos entre os dez maiores PIBs municipais.

PIB per capita 

O valor do PIB per capita de Rondônia, em 2014, foi de R$19.462,61. Dos 52 municípios que compõem o estado, apenas nove municípios obtiveram valor superior a este. Os dez maiores municípios em relação ao PIB per capita se destacaram por terem uma economia baseada, nas atividades de serviços, agropecuária e indústria, assim como pela combinação do valor do PIB com baixa aglomeração populacional. São eles: Pimenteiras do Oeste (R$31.560,80), Porto Velho (R$25.525,48), Vilhena (R$ 24.148,09), Pimenta Bueno (R$22.896,99), Corumbiara (R$ 21.058,14), Ji-Paraná (R$20.772,30), Rio Crespo (R$20.721,07), Jaru (R$20.321,48), Cacoal (R$19.593,10), chupinguaia (R$19.250,60).

Quanto ao PIB per capita, também houve alteração na relação dos dez mais, Chupinguaia que na série 2010-2013 vinha ocupando ora a segunda, ora a terceira posição, caiu para a décima. Rio Crespo e Cacoal que não apareciam na lista de 2013, assumem a sétima e a nona posição em 2014, com PIB per capita de Rio Crespo R$ 20.721,00 e Cacoal R$ 19.593,00.

Os números apresentado pelo GOB/SEPOG e IBGE analisam a economia dos 52 municípios de Rondônia segmentada pelos valores da agropecuária, indústria e serviços, com o Valor Adicionado (VA) total gerado por eles, os impostos medidos indiretamente e o PIB per capita. 

Atividades Econômicas 

Agropecuária foi a base da economia de seis municípios: Corumbiara, Rio Crespo, Cacaulândia, Castanheira, Governador Jorge Teixeira e Pimenteiras do Oeste. A gerência observou que houve crescimento da Pesca, aquicultura e serviços relacionados e pecuária.

Serviços ainda constituiu a maior estrutura produtiva do estado com 69,3% de participação no valor adicionado bruto total, dos quais 40,5% foi Administração Pública.

A Administração Pública, em 2014, destacou-se com mais de 40% na participação do valor adicionado bruto de onze municípios: Vale do Anari (49,4%), Costa Marques (45,6%), São Felipe D’Oeste (45,5%), Nova Brasilândia D’Oeste (42,5%), Nova União (42,4%), Primavera de Rondônia (42,2%), Alto Paraíso (42,1%), Alvorada D’Oeste (42,0%), Machadinho D’Oeste (41,3%), Theobroma (41,0%), Novo Horizonte do Oeste (40,2%).

Na indústria, as maiores participações ocorreram nos municípios de Porto Velho, Vilhena, Ariquemes, Ji- Paraná, Cacoal, Rolim de Moura, Jaru e Pimenta Bueno.

Leia mais:
PIB de Rondônia cresce 3,7% e fecha período de 2010 a 2014 em R$ 34,031 bilhões; agronegócio teve melhor desenvolvimento


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Sepog
Fotos: Ésio Mendes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Economia, Governo, Rondônia


Compartilhe