Governo de Rondônia
Segunda, 28 de setembro de 2020

CEASA

Diagnóstico no setor chacareiro visa implantação de centro de abastecimento de alimentos em Rondônia

26 de agosto de 2020 | Governo do Estado de Rondônia

Mais de quatro mil agricultores vivem e produzem alimentos no setor chacareiro, em Porto Velho


A equipe técnica da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater-RO) iniciou nesta terça-feira (25), um levantamento para elaboração de diagnóstico produtivo da região de Porto Velho. A primeira área visitada foi o setor chacareiro, onde mais de quatro mil agricultores vivem e produzem alimentos, que vão de hortaliças a produção de peixes. A ação tem por objetivo cumprir o planejamento estratégico do governo estadual para implantação de um centro de recebimento e comercialização.

A proposta de apresentar um programa produtivo para o setor chacareiro tem por finalidade desenvolver a região de Porto Velho, criando uma espécie de cinturão verde no entorno, ao mesmo tempo que oferece às famílias de produtores rurais condições de produzir cada vez mais e com excelente qualidade. Dentro do plano estratégico do Governo está prevista a implantação de um centro de abastecimento, aos moldes do Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais (Ceagesp), que abastece o Estado de São Paulo.

A ideia também passa pela desburocratização e criação de oportunidades a possíveis investidores no futuro. Para isso, o projeto de construção de uma Central de Abastecimento (Ceasa) em Rondônia conta com a parceria entre Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), Emater, Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril de Rondônia (Idaron), Secretaria de Estado de Finanças (Sefin), Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e Transporte (DER), Superintendência Estadual de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura (Sedi), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e Agência de Desenvolvimento de Porto Velho.

A DM faz parte do diagnóstico que está sendo levantado no setor

A visita ao setor chacareiro contou com a participação do presidente da Emater-RO, Luciano Brandão, do vice-presidente, José de Arimateia da Silva, e do gerente regional da Emater para o Território Madeira-Mamoré, Hilton Uchoa. Segundo Brandão, o diagnóstico produtivo será levantado com mais de 50 famílias. “Nós pretendemos fazer um trabalho diferenciado nesta região, começando um projeto piloto para implantar o cinturão verde”, diz.

A demanda de hortifrutigranjeiros no Estado é grande e a meta, ainda segundo Brandão, é serem autossuficientes nesses produtos. “Condições para isso nós temos, porque o Estado está perto da linha do Equador, onde o sol é abundante, há um grande índice pluviométrico, uma condição de solo boa e onde é possível produzir quase tudo de produtos hortifrutigranjeiros”, explica sobre a implantação do Ceasa.

Durante a visita ao setor chacareiro, os diretores da Emater participaram de uma demonstração de métodos (DM) de piscicultura, que estava sendo realizada pela equipe do escritório local da Entidade de Porto Velho. A DM faz parte do Programa de Sanidade Aquícola, que vem sendo executado em parceria entre a Seagri, Sedi e Emater. “Essa DM também faz parte do diagnóstico que estamos levantando no setor”, afirma o presidente.

O setor chacareiro, onde o diagnóstico está sendo iniciado, tem mais de quatro mil produtores familiares que já estão organizados através da Associação de Ação Popular Integrada de Hortifrutigranjeiro da União (AAPIHGU). “Nós fomos contatados pela presidente da Associação, Gabriela Camargo, para que a Emater pudesse prestar assistência técnica e, como já estava dentro do projeto e do plano estratégico do Estado, iniciamos o levantamento do diagnóstico por esse setor”, concluiu Brandão.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Wania Ressutti
Fotos: Irene Mendes
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Agricultura, Agropecuária, Governo, Rondônia


Compartilhe