Governo de Rondônia
Terça, 02 de março de 2021

Direção da Policlínica Oswaldo Cruz faz reunião para ampliar agendamentos

20 de março de 2014 | Governo do Estado de Rondônia

atendimento -   Marcos Freire

Toda a equipe técnica e a direção da Policlínica Oswaldo Cruz (POC) se reúnem nesta sexta-feira, 21, com representantes das Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Pronto Atendimento (UPA) de Porto Velho. A informação é do diretor-geral da POC, Kenner Granado Junqueira. Na pauta, ajustes técnicos para agilizar o setor de regulação e agendamento de consultas para especialidades oferecidas pela policlínica.

Mesmo com o treinamento de quase 30 dias ministrado pelos responsáveis pelo gerenciamento do sistema de tecnologia de informação utilizado pela POC, ainda há muitas dúvidas e isso vem provocando lentidão na alimentação por parte das unidades de saúde do município, afirma Kenner.

 atendimento  POC   -  Marcos Freire

Com a lentidão do sistema – gerado na alimentação feita por municípios em especial pela Capital, a POC tem atendido uma média de 150 consultas por dia, quando sua capacidade é de pelo menos mil consultas. Isso representa que a POC está operando com apenas 15% de sua capacidade, devido à baixa alimentação.

kenner granado -  italo
Solução

De acordo com o diretor-geral Kenner Granado, a medida visa buscar solução para as dificuldades que as unidades estão tendo para alimentar o sistema com os agendamentos de consultas.

O diretor explica, também, que o problema – ainda não identificado – está no município, já que na POC o programa de gerenciamento está funcionando sem problemas. Outro ponto destacado é que nas unidades básicas de cidades do interior não há qualquer tipo de “ruído” na comunicação, o que confirma que o ajuste deve ser feito mesmo na Capital.

ELogiada

De cada dez pessoas entre pacientes e acompanhantes que conhecem a nova estrutura da POC, pelo menos nove elogiam o salto de qualidade que a unidade de saúde – modelo em Rondônia – obteve nos últimos meses.

Com área construída superior a sete mil metros quadrados, a nova policlínica, que começou terça-feira sua nova fase, agrada a maioria dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Mesmo em estado de “testes”, o sistema que gerencia todos os agendamentos de consultas funciona acima das expectativas do setor técnico, da policlínica não atender ainda com sua capacidade máxima, afirma Kenner Granado.

Estrutura

No total, a unidade é composta de quatro pavimentos além do térreo, equipados com o que há de mais moderno no mercado em termos de mobiliário e equipamentos, e tecnologia de informação.

A unidade está pronta para operar com sua capacidade máxima em 40 consultórios, recepção para acomodar confortavelmente 180 pessoas, 34 especialidades médicas, 110 médicos e 40 profissionais multidisciplinares, como: fisioterapeutas, fonoaudiólogos, assistentes sociais, entre outros, o que aumentará em 25% a capacidade de consultas, exames e atendimento aos usuários do SUS, com maior agilidade, qualidade e conforto.


Leia Mais
Todas as Notícias

Fonte
Texto: Zacarias Pena Verde
Fotos: Ítalo Ricardo e Marcos Freire
Secom - Governo de Rondônia

Categorias
Saúde


Compartilhe